4 dezembro 2022 5:51
4 dezembro 2022 5:51

Exame de DNA deve confirmar se corpo achado em igarapé é de acreano preso pela polícia boliviana

Material genético do cadáver achado no Igarapé Ina, zona rural de Epitaciolândia, no último dia 11, foi recolhido para saber se é mesmo de Francisco Aparecido Oliveira Lima, de 21 anos. Resultado deve sair em cerca de 90 dias.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O Instituto de Identificação do Acre coletou material genético para saber se o corpo achado dentro do Igarapé Ina, na zona rural de Epitaciolândia, interior do Acre, no último dia 11, é do acreano Francisco Aparecido Oliveira Lima, de 21 anos.

A polícia informou que o cadáver foi liberado para a família de Francisco Lima. O exame de DNA está sendo feito no estado e deve ficar pronto em cerca de 90 dias.

O rapaz desapareceu no dia 28 de outubro quando, segundo a família, foi preso no lado boliviano, passou por três delegacias no país vizinho e um documento confirmava que ele havia sido entregue para a polícia brasileira.

Contudo, no início do mês, pescadores acharam um corpo dentro do igarapé, que fica nas proximidades do km 32 da BR 317, sentido Rio Branco.

Na época, a mãe do rapaz afirmou que as roupas encontradas no cadáver eram as mesmas que o filho tinha usado. A vítima estava com o rosto desfigurado e sem uma parte do crânio.

O delegado Luiz Tonini disse que a principal linha de investigação é que o crime tenha sido cometido devido à guerra de facções.