6 dezembro 2022 9:46
6 dezembro 2022 9:46

Corpo com marcas de violência é encontrado boiando em Igarapé

Corpo pode ser de jovem desaparecido a cerca de 14 dias

Por Redação ecos da notícia

- Publicidade -

O achado macabro aconteceu no início da noite desta quinta-feira, 10, por um grupo de amigos que estavam pescando no Igarapé Ina, localizado na altura do km 10 da BR 364, sentido Epitaciolândia/Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, o corpo encontrado pode ser do jovem Francisco Aparecido de Oliveira Lima, de 21 anos, que estaria desaparecido a cerca de 14 dias, após ter sido preso na cidade de Cobija estado de Pando na Bolívia, fronteira com as cidades de Brasiléia e Epitaciolândia.

Segundo o delegado, Luiz Tonini, o corpo apresenta sinais de extrema violência e parte da cabeça foi decepada, o que dificultou o reconhecimento imediato, sendo necessário o envio do corpo para a sede do Instituto Médico Legal- IML para exame de DNA, e assim, ser formalmente reconhecido.

Apesar da exigência do protocolo de reconhecimento por exame de DNA, a polícia trabalha com a suposição de ser o corpo do jovem desaparecido.

Entenda o sumiço

Segundo familiares de Francisco Aparecido, o rapaz estaria morando na casa de um amigo do lado boliviano, quando foi preso pela polícia boliviana acusado de envolvimento em um assalto.

Segundo a mãe do jovem, Francimere Oliveira, que divulgou um vídeo na Internet pedindo ajuda para encontrar o filho, as autoridades bolivianas teriam afirmado que Aparecido foi repatriado e entregue às autoridades policial brasileira, no entanto, a polícia civil de Epitaciolândia e Brasiléia negam ter recebido o preso.

Veja vídeo do apelo de uma mãe:

IMG_5786

Polícia diz que morte pode ter  envolvimento entre facções criminosas.

Segundo o delegado Luiz Tonini, a confirmar a identidade de corpo, a polícia trabalha com crime de execução por questões de “guerra” entre grupos de facção criminosa rival.

Veja o vídeo da entrevista do Delegado :

IMG_5785

Segundo fonte da polícia, Aparecido é apontado como o matador de uma organização criminosa e seu desaparecimento pode ter sido um acerto de contas entre facções criminosas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS