2 dezembro 2022 12:18
2 dezembro 2022 12:18

Concurso Senado: saem locais das provas discursivas de domingo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

No próximo domingo, 27 de novembro, serão realizadas as provas discursivas do concurso Senado Federal para os cargos de consultor legislativo e advogado. Os locais de aplicação da etapa já estão disponíveis para consulta pelo site da Fundação Getulio Vargas , banca organizadora da seleção.

Os exames discursivos serão em dois turnos, com duração de quatro horas cada, das 8h às 12h e das 15h às 19h.

Conforme o edital, será necessário estar munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta em material transparente, do documento de identidade original e do comprovante de inscrição ou do comprovante de pagamento da taxa de inscrição.

As provas objetivas para todos os cargos do concurso Senado e as discursivas para técnico e analista legislativo foram realizadas no dia 6 de novembro.

Os editais trazem a previsão de quantas avaliações discursivas serão corrigidas por cargo. Serão mais de 2 mil avaliações corrigidas dos candidatos com as melhores pontuações na objetiva. Confira:

  • Técnico (policial legislativo): 360;
  • Analista legislativo: 1.620;
  • Consultor legislativo: 306;
  • Advogado: 60.

A seleção para ingresso no Senado Federal também terá as seguintes etapas por carreira:

► Técnico Legislativo (policial legislativo): exame de sanidade física e mental; teste de aptidão física; exame psicotécnico; sindicância de vida pregressa e investigação social.

► Analista Legislativo: prova prática/taquigrafia (especialidade de Registro e Redação Parlamentar);

► Consultor Legislativo: prova de títulos.

► Advogado: prova de títulos.

Concurso Senado oferece mais de 1.000 vagas

O concurso apresenta a oferta de 1.002 vagas para ingresso no Senado Federal, sendo 22 para a contratação imediata e 980 para cadastro de reserva. Todas as chances são para nível superior.

Um dos grandes atrativos do concurso Senado é a remuneração. À princípio, os aprovados poderão ganhar até R$34 mil. Veja os detalhes sobre os cargos a seguir:

Técnico legislativo – policial legislativo

Analista legislativo

  • Vagas: 12 imediatas (para seguintes áreas: Administração; Arquivologia; Assistência Social; Contabilidade; Enfermagem; Engenharia Eletrônica e Telecomunicações; Engenharia do Trabalho; Informática Legislativa; Processo Legislativo; Registro e Redação Parlamentar) e 688 para cadastro de reserva.

  • Requisitos: nível superior completo na área que deseja concorrer

  • Remuneração inicial: R$26.880,04, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

Consultor Legislativo

  • Vagas: 2 imediatas (sendo uma para Assessoramento em Orçamentos e uma para Assessoramento Legislativo – Direito do Trabalho e Direito Previdenciário) e 100 para cadastro de reserva.

  • Especialidades: as oportunidades serão para Orçamento e Direito Financeiro; Orçamento e Análise Econômica; Agricultura; Comunicações e Tecnologia da Informação; Desporto e Cultura; Direito Civil, Processual Civil e Agrário; Direito Constitucional, Administrativo, Eleitoral e Processo Legislativo; Direito do Trabalho e Direito Previdenciário; Direito Econômico; Direito Internacional Público; Direito Penal; Direito tributário; Direitos Humanos e Cidadania; Economia do Trabalho, Renda e Previdência; Economia Regional e Políticas de Desenvolvimento Urbano; Educação; Meio Ambiente; Minas e Energia; Política Econômica e Finanças Públicas; Política Econômica e Sistema Financeiro; Políticas Microeconômicas; Pronunciamentos; Saúde e Transportes.

  • Requisitos: nível superior completo

  • Remuneração inicial: R$34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

Advogado

  • Vagas: 1 imediata e 19 para cadastro de reserva

  • Requisitos: Bacharelado em Direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil

  • Remuneração inicial: R$34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

De acordo com a diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, os aprovados no cadastro de reserva poderão ser convocados durante o prazo de validade da seleção (de dois anos, podendo chegar a quatro).

“As 22 vagas que estão lá nominadas são obrigatórias. Além dessas, outras dependem da disponibilidade orçamentária e da vontade do órgão no decorrer desses próximos quatro anos”.

Folha Dirigida
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS