23 novembro 2022 8:31
23 novembro 2022 8:31

Casal brasileiro de comissários é pego com drogas em voo e preso em Miami

De acordo com a emissora norte-americana NBC, Marcelo Chaves, 44, e Ronald Maldonado, 35, foram detidos carregando ketamina líquida, GBL (conhecida como a droga do estupro) e metanfetamina.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Dois comissários de bordo brasileiros, que também são namorados, foram presos no Aeroporto Internacional de Miami (EUA) na terça-feira (15), acusados de tráfico de drogas.

De acordo com a emissora norte-americana NBC, Marcelo Chaves, 44, e Ronald Maldonado, 35, foram detidos carregando ketamina líquida, GBL (conhecida como a droga do estupro) e metanfetamina.

A polícia de Miami também informou que ambos trabalham para a companhia Delta Air Lines e residem em Nova York.
Segundo os relatórios, um oficial da Patrulha de Fronteira e Alfândega dos EUA realizou uma verificação aleatória dos dois comissários, depois que eles chegaram em um voo da American Airlines.

Durante a verificação, o agente encontrou frascos contendo ketamina líquida e GBL, junto com 14 comprimidos de metanfetamina.

Durante o depoimento, Marcelo Chaves explicou que ele e Ronald Maldonado, seu namorado, estavam usando drogas no Brasil, mas disse não saber como as substâncias foram parar nos frascos, diz um relatório das autoridades.

Os dois homens foram autuados e encaminhados a uma prisão pelas autoridades. O UOL busca contato de familiares dos comissários para comentar o caso e atualizará a matéria caso haja manifestação.

Em um comunicado à imprensa, um porta-voz da Delta afirmou que o incidente ocorreu durante o momento em que os dois homens estavam de folga. Chaves e Maldonado foram suspensos.

“A Delta coopera continuamente com as entidades policiais e os dois comissários de bordo em questão foram suspensos enquanto aguardam o resultado de uma investigação”, diz a nota.

UOL-FOLHAPRESS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS