6 dezembro 2022 9:42
6 dezembro 2022 9:42

BENEFÍCIOS: Aposentadoria por idade aos 55 a 65 anos em 2023 no INSS: Entenda

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Aposentadoria por idade aos 55 a 65 anos em 2023 no INSS: Entenda Você quem tem entre 55 e 65 anos agora tem um método seguro, confiável e grátis para saber quando vai aposentar.

O primeiro passo começa com você fazendo uma pergunta desafiadora para você mesmo:
Você já sabe quanto tempo de contribuição você tem?

Isso é importante por que, além da idade, tem que ter pelo menos 15 anos de contribuição para conseguir o benefício.E tem dois detalhes:

  • As contribuições pagas em atraso não são computadas.
  • As contribuições com percentual recolhido e calculado com valor abaixo do salário mínimo também não são computadas.

VOCÊ CONSIDEROU O TEMPO CERTO NO SEU PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO?

Caso suas contribuições irregulares não permitam que chegue aos 15 anos que a lei exige, você pode ter duas saídas:

Se você trabalhou como empregado e não foi registrado, dá para recuperar o tempo de serviço do passado e suprir a falta de tempo necessário para aposentar.

Não precisa indenizar a Previdência por que a culpa da falta da contribuição é do Patrão.

Se você trabalhou por conta própria, a partir de 2003, dá para recuperar tempo também sem ter que pagar nada para o INSS.

Isso acontece quando o trabalhador autônomo que presta serviço para empresa tinha que ter o desconto de 11% da remuneração.
Como esta responsabilidade é da empresa, o trabalhador não vai ser prejudicado.

COMO SE APOSENTAR POR IDADE A PARTIR DOS 55 ANOS DE IDADE?

A regra comum é a aposentadoria por idade urbana ou híbrida (com tempo urbano e rural alternados).
Neste caso, homens se aposentam com 65 e mulheres com 62 anos. Esta é a novidade para 2023.

Mas se o trabalhador ou a trabalhadora for rural ou tiver algum tipo de deficiência, a regra é diferente.

  • 55 anos para mulheres
  • 60 anos para homens.

COMO DAR ENTRADA NA APOSENTADORIA POR IDADE EM 2023?

Todo processo começa no INSS. Tem que começar lá.
Somente depois, caso haja alguma discussão, é que o trabalhador tem que ir pra Justiça.
A aposentadoria vai ser o espelho do CNIS, que é o Extrato Previdenciário Oficial do INSS.

Se o CNIS estiver errado, o benefício pode ser negado ou aprovado com erro.

Então o primeiro passo é corrigir o banco de dados da Previdência. Isso vai ajudar, inclusive, na velocidade da aprovação do pedido, por que o Robô do INSS vai entende tudo direitinho.

Fonte: Mixvale

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS