9 dezembro 2022 2:47
9 dezembro 2022 2:47

Aumento do custo de vida e o desemprego fazem brasileiros deixarem Portugal

Sem documentação adequada e sem dinheiro, muitos ficam até mesmo sem ter como voltar para a casa e pedem socorro ao Consulado-Geral do Brasil em Lisboa.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O aumento do custo de vida e o desemprego estão fazendo muitos brasileiros deixarem Portugal. Este ano, o número de pedidos de ajuda para voltar ao Brasil triplicou em relação ao ano passado.

Portugal alimenta o sonho de muitos brasileiros. A esteticista Fernanda Pfister apostou alto, quase R$ 35 mil para se mudar com o marido e a filha: “vendemos os nossos móveis, alugamos a nossa casa. Nós vendemos todo, tudo que a gente tinha”.

O marido de Fernanda conseguiu emprego, mas ela não, e com o dinheiro cada vez mais curto, a disposição da família de ficar no país não durou nem quatro meses.

“Só olhar o que as pessoas diziam de positivo, esse foi o meu maior erro. porque se eu tivesse feito uma pesquisa rápida dos contras de vir morar aqui, eu não teria vindo”, diz Fernanda.

Sem documentação adequada e sem dinheiro, muitos ficam até mesmo sem ter como voltar para a casa e pedem socorro ao Consulado-Geral do Brasil em Lisboa. Diante da crescente procura por ajuda, o órgão publicou uma nota dizendo que não tem competência legal, nem orçamento, para bancar voos de repatriação de cidadãos brasileiros.

A saída tem sido o programa de apoio ao retorno voluntário, da Organização Internacional das Migrações, vinculada à ONU. De 1° de janeiro até 30 de outubro, o programa ajudou 261 imigrantes, sendo mais de 90% brasileiros. O número é o triplo do que foi registrado em 2021.

Muitos decidiram voltar para o Brasil diante das dificuldades econômicas no país europeu. Atualmente, Portugal enfrenta a maior inflação dos últimos 30 anos.

Com informações SBT News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS