29 novembro 2022 8:39
29 novembro 2022 8:39

A investigar: Idosa é levada ao hospital com sinais de violência e morre

Segundo informações, a idosa chegou a unidade hospitalar com Traumatismo Craniano Encefálico (TCE) e hematomas no rosto, Maria foi levada ao hospital pelo próprio marido de 30 anos.

Por Angélica Florêncio/Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma idosa de 65 anos, identificada por Maria das Dores Saraiva, faleceu na tarde desta segunda-feira, 14, após dar entrada no Hospital João Câncio, localizado no município de Sena Madureira, interior do Acre.

Segundo informações, a idosa chegou a unidade hospitalar com Traumatismo Craniano Encefálico (TCE) e hematomas no rosto, Maria foi levada ao hospital pelo próprio marido de 30 anos.

Há duas versões para o que teria ocorrido com Dona Maria, a primeira é que a vítima teria caído e batido a cabeça em uma pernamanca, essa repassada pelo esposo. E a segunda versão, seria que a idosa teria sido supostamente agredida pelo marido, 35 anos mais novo que a vítima. No hospital, os médicos desconfiaram das versões relatadas e acionaram a Polícia Militar, que chegou no local e prendeu o homem em flagrante.

Maria das Dores Saraiva, de 65 anos, faleceu no Hospital João Câncio, em Sena Madureira, após dar entrada cheia de hematomas. Foto: Ecos da Notícia

Conforme informações de parentes, a senhora não morreu na colônia, que fica localizado no ramal Macauã, no km 40, da BR-364, ela resistiu todo o percurso que durou 9h, e por volta das 16h não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital João Câncio.

Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML), se deslocou de Rio Branco para recolher o corpo da idosa. Após dar entrada no IML, o corpo passará por exames de necropsias, que dará a causa real da morte da vítima.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS