25 novembro 2022 9:32
25 novembro 2022 9:32

5 leões escapam de jaulas e causam pânico em zoológico

O zoológico em Sidney, na Austrália, foi fechado e um animal teve que ser tranquilizado durante a breve emergência

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Cinco leões provocaram um breve pânico em um zoológico australiano depois que eles escaparam do recinto onde são mantidos.

Os animais — um adulto e quatro filhotes — foram vistos do lado de fora da jaula no Zoológico de Taronga, em Sydney, por volta das 6h30 (16h30 de Brasília), nesta quarta-feira (2/11).

O zoológico foi fechado e um filhote teve que ser tranquilizado, mas todos os leões foram capturados em poucos minutos, afirmou um porta-voz. Ninguém ficou ferido.

Ainda não foi dada uma explicação de como eles conseguiram fugir.

O diretor executivo do zoológico, Simon Duffy, classificou o fato como um “incidente significativo” e afirmou que haverá uma investigação.

Ele disse à mídia local que os leões entraram em uma pequena área “adjacente” ao local onde ficam — a cerca de 100 metros de onde algumas pessoas convidadas passaram a noite. A visita regular ao zoológico não estava funcionando no momento do incidente.

“Em nenhum momento os leões saíram daquela área ou do Zoológico de Taronga”, complementou Duffy.

Ele acrescentou que a pequena área era protegida por uma cerca de 1,80 metro, que é normalmente usada para manter as pessoas a uma distância segura. Todo o o zoológico também é resguardado por cercas.

Imagens de câmeras de segurança mostraram que um cuidador acionou o alarme cerca de 10 minutos após a fuga.

A equipe de emergência respondeu rapidamente para transferir todas as pessoas que estavam em risco para um local seguro, de acordo com Duffy. Quatro dos leões “voltaram calmamente” para o recinto.

A ala dos leões permanecerá fechada até que sejam feitas novas inspeções, para garantir que tudo esteja “100% seguro”, acrescentou o diretor executivo da instituição.

As fugas de animais em zoológicos australianos são raras.

Em 2009, uma leoa escapou do Zoológico de Mogo, ao sul de Sydney, e teve que ser morta a tiros por causa do perigo que representava para o público.

Estado de Minas

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS