25 novembro 2022 1:25
25 novembro 2022 1:25

Saiba como ficarão os rótulos de alimentos após mudanças da anvisa

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Em 2003 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) desenvolveu o primeiro relatório técnico voltado à rotulagem.

O objetivo era manter todas as pessoas bem informadas quanto às propriedades nutricionais. Conforme as regras foram mudando, as especificações passaram a ser consideradas, como alergênicos e componentes que estão associados a restrições alimentares.

Uma questão de saúde pública 

A Organização Panamericana de Saúde (Opas) defende há anos a inclusão de detalhes que destacam quantidades de açúcar, gordura e sódio acima da média recomendada pelos especialistas.

Observando o crescente aumento de doenças crônicas como diabetes tipo 2 e obesidade, que impactam negativamente na qualidade de vida, é preciso iniciar programas de conscientização nutricional.

O papel das empresas 

Ainda que as empresas sejam transparentes e divulguem os processamentos de determinado produto, nem sempre o consumidor consegue interpretá-los. Ao olhar a embalagem de um item comestível industrializado, não é possível identificar rapidamente suas implicações a longo prazo. Além dos aditivos químicos que continuamente são alvo de alertas, o excesso de sal e açúcar costumam estar ligados a problemas crônicos, incluindo populações jovens.

A importância da ANVISA

O Chile começou a implantar alertas nos rótulos em 2016, mas no Brasil a ANVISA conseguiu organizar a marcação recentemente.

Enquanto lá um octógono preto comunica quantias exageradas de certo componente, aqui as sobretaxas serão destacadas com uma lupa. Portanto, a partir do dia 09 deste mês, os fabricantes vão precisar se adaptar às transformações propostas pelo órgão regulador.

Como o rótulo vai ficar? 

A parte da frente vai apresentar um selo caso tenha muito açúcar, gordura saturada e sódio, facilitando a visualização. Somada às quilocalorias (kcal), quilojoules (kj), carboidrato, proteína e micronutrientes, uma coluna deve mostrar esses indicadores em uma porção de 100g em alimentos sólidos e 100ml nos conteúdos líquidos e pastosos.

Se o alimento tiver lupas, não poderá usar de características positivas para chamar a atenção, como ‘’rico em vitaminas’’, ‘’fonte de fibras’’ e outras frases, porque ao superar os limites da ANVISA, deixa de ser um alimento verdadeiramente saudável.

Edital Concursos no Brasil
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS