26 novembro 2022 6:09
26 novembro 2022 6:09

Polícia Civil elucida dois sequestros e prende 12 pessoas em Rio Branco, Plácido de Castro, Acrelândia e Manaus

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma investigação minuciosa possibilitou que a Polícia Civil do Acre identificasse autores de dois sequestros e prender 12 pessoas envolvidas nos crimes ocorridos nos municípios de Plácido de Castro e Acrelândia. As prisões foram efetuadas pela Polícia Civil em Plácido de Castro com apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, Centro Integrado de Operações Aéreas-CIOPAER, Polícia Nacional Boliviana, Polícia Civil do Amazonas – PCAC/AM.

As investigações tiveram início pela Polícia Civil em Plácido de Castro e pelo Departamento de Polícia Civil da Capital e Interior-DPCI, Coordenação de Operações e Recursos Especiais-CORE.

A trama do primeiro crime teve início no sábado, dia 24 de setembro, quando a Polícia Civil tomou conhecimento do fato e iniciou as investigações. No decorrer das investigações, no domingo, 25, a equipe logrou êxito na apreensão e prisão, em flagrante, de um menor de idade e mais dois envolvidos no crime.

No domingo, 25, a partir dessas prisões e apreensão, o crime começou a ser desvendado e as peças do quebra-cabeça começaram a se encaixar com a identificação de outros envolvidos que tinham atribuições distintas dentro da quadrilha para execução do crime.

A apreensão de um dos envolvidos possibilitou a polícia descobrir que ele era responsável pela seleção de contas Pix para que a vítima efetuasse o depósito cobrado pela quadrilha. As investigações tiveram desdobramento na terça-feira, 27, quando a prisão do negociador foi efetuada em Rio Branco. A partir daí a Polícia Civil identificou o mandante do sequestro que efetuava ordens do Estado do Amazonas.

 Na quarta-feira, 28, a Polícia Civil representou pela prisão do mandante. Nesta sexta-feira, 7, em operação de cumprimento de 20 ordens judiciais, uma equipe de agentes coordenadas pelo delegado Pedro Paulo Buzolin, se deslocou a cidade de Manaus, capital do Amazonas logrando êxito na prisão do mandante do crime.

A partir daí, a Polícia Civil teve acesso a toda trama articulada pela quadrilha e identificou o local de cativeiro onde a vítima era mantida como refém pelos bandidos. Em uma ação rápida e célere, os agentes prenderam mais uma pessoa envolvida no crime em Plácido de Castro. Após a última prisão do envolvido, o cativeiro foi estourado e a vítima colocada em liberdade.

No segundo caso, ocorrido no dia primeiro de outubro, a Polícia Civil deu início as investigações que identificou os autores e prendeu 7 pessoas envolvidas no caso e identificou o local do cativeiro, entretanto, a vítima foi encontrada já sem vida, enterrada no quintal de uma residência localizada no bairro da Paz.

A vítima era moradora da zona rural do município de Acrelândia, e foi trazida para capital no intuito de ser extorquida mediante pagamento de resgate. A investigação apontou que o bando não tinha ligação com o primeiro caso.

O trabalho investigativo também apontou o local do cativeiro e os envolvidos no crime que se encontram detidos sendo interrogados. O trabalho da polícia civil continua no sentido de identificar a motivação que levou os envolvidos a cometer a ação delituosa.

A Policia Civil agradece o Poder Judiciário – TJ/AC, Ministério Público do Acre – MP/AC, Secretaria de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP e a Policia Civil do Amazonas – PC/AM pelo empenho e pela celeridade e colaboração nos trabalhos investigativos e no desempenho dentro da ação policial.

Fonte/ Ascom – Polícia Civil do Acre

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS