24 novembro 2022 11:31
24 novembro 2022 11:31

Cachorro é atropelado e morre; motorista teria acelerado de propósito

O cão Willy, de 17 anos, chegou a ser internado, mas não resistiu. Família acusa a vizinha de agir por maldade

Por Portal R7

- Publicidade -

Um cachorro morreu dias após ter sido atropelado por um carro no bairro Batistini, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O atropelamento, ocorrido em 26 de setembro, foi registrado por câmeras de segurança.

Após mais de uma semana internado, Willy, de 17 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com Felicia, a dona do animal, a motorista o atropelou de propósito e não parou para prestar socorro.

A mulher também contou à Agência Record que tem quatro cães de estimação, dois de pequeno porte e dois de porte grande, e todos os dias passeia com eles. “Todo mundo no bairro conhece os cachorrinhos. Tratam eles com carinho.”

No dia do ocorrido, ela abriu o portão, e o pequeno Willy saiu para fazer o seu passeio, às 9h25. Em determinado momento, ele andou até o meio da rua e foi atropelado por um carro Eco Sport, de cor preta, que trafegava em baixa velocidade.

Logo após o atropelamento, Felicia começou a gritar para a motorista, que não parou para prestar socorro. Como a película do vidro do carro era escura, inicialmente a tutora não sabia a identidade da autora.

Entretanto, nesta terça-feira (4), uma vizinha apareceu na residência de Felicia exigindo que ela pare de compartilhar o circuito de segurança que mostra o seu veículo. Questionada sobre o motivo de ter atropelado Willy, ela apenas respondeu: “Aconteceu. Vou fazer o quê?”.

Maisa, neta de Felicia, também lamentou a morte de Willy e contou que cresceu com o cachorro. Para ela, a vizinha atropelou o cãozinho “por pura maldade”.

Na tarde desta terça-feira (4), a família ainda deve registrar um boletim de ocorrência em uma delegacia do município.

Veja vídeo:

[videopress O62ItJTH]

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS