24 novembro 2022 8:24
24 novembro 2022 8:24

Após ser eleita deputada federal mais votada pelo Acre, Socorro Neri diz que está assumindo “Responsabilidade imensa”

Ao todo, a ex-prefeita de Rio Branco recebeu 25.842 mil votos válidos, e se tornou a mais votada para o cargo.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Campeã de votos na eleição do último do domingo, 02, Socorro Neri (PP) disse que é uma responsabilidade grande representar os acreanos na Câmara federal, a partir de 2023. A progressista recebeu mais de 25 mil votos.

“Estou muito, muito feliz e isso que significa reconhecimento do trabalho já realizado na prefeitura Rio Branco, na universidade, na Secretaria de Educação, Assistência Social, como essa servidora pública que eu sou a vida inteira, sempre me dedicando ao bem coletivo, e trabalhando de fato, buscando a lisura dos atos, procedimentos, a forma correta de fazer, de modo a obter mais resultados para a nossa população gastando menos”, disse a deputada eleita em entrevista à Gazeta FM.

Ao todo, a ex-prefeita de Rio Branco recebeu 25.842 mil votos válidos, e se tornou a mais votada para o cargo.

Socorro Neri tem 56 anos e traz muita experiência na vida pública. É doutora em Educação, com atuação na Universidade Federal do Acre (UFAC) como docente, vice-reitora e pró-reitora.

Socorro já foi secretária Municipal de Assistência Social, a primeira mulher a assumir a prefeitura da capital acreana e mais recentemente, foi secretária Estadual de Educação.

“Então, estamos sempre nesta busca e agora, receber esse reconhecimento de mais de 25 mil acreanos e acreanas que estão nos confiando esse mandato. Eu recebo com muita gratidão e, ao mesmo tempo, com a responsabilidade imensa de garantir a todos um mandato de deputada federal a altura do que o nosso estado precisa e merece”, disse.

Ele continua: “Com a experiência que a gente já tem, conhecimento, humildade e compromisso de fazer pela nossa população, vamos dar conta desse novo desafio, sim. Gratidão a quem esteve conosco na urna. Muito obrigada.”

Fonte/ A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS