23 setembro 2022 8:31
23 setembro 2022 8:31

Vida luxuosa de Gabriel Ramalho fez amigos de Marília desconfiarem

Gabriel não chegou a ser empresário de Marília, embora se apresentasse desta forma e assim era conhecido até mesmo no condomínio onde a artista morava.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Como revelado em primeira mão pela coluna LeoDias, Gabriel Ramalho entrou com uma ação na Justiça e pede R$ 9 milhões da herança deixada por Marília Mendonça. Ele foi um dos nomes que apoiou a cantora no começo da carreira e por quem, por muito tempo, ela teve bastante gratidão, até descobrir um rombo financeiro. A relação dos dois era tão próxima, que muitos achavam que eles eram primos. No entanto, a vida luxuosa – mais até que a da própria cantora – que ele fazia questão de ostentar despertou desconfiança. Ela, por sua vez, resistia em acreditar e o motivo a coluna LeoDias revela agora.

A proximidade entre Marília e Gabriel era grande antes mesmo do sucesso, no começo da carreira dela. Eles moravam próximos, Gabriel tinha certo conhecimento musical e apoiou Marília naquele momento, a ajudando a estabelecer, por exemplo, contatos no mercado musical.

Gabriel não chegou a ser empresário de Marília, embora se apresentasse desta forma e assim era conhecido até mesmo no condomínio onde a artista morava.

Apesar de não haver vínculo empregatício entre Marília e Gabriel e, sim, uma lealdade, quando a cantora decolou e passou a ser gerenciada por um escritório profissional, ele passou a ganhar 10% em cima da carreira da sertaneja. Inclusive, quando ela assinou com a Som Livre, ele ganhou participação de 10%.

As desconfianças em relação a Gabriel começaram pelas pessoas próximas a Marília, entre eles amigos da música. Gabriel fazia questão de ostentar sua vida luxuosa e mostrava ter uma vida financeira mais abrangente até mesmo que a própria cantora, o que começou a despertar desconfiança.

Para se ter uma noção, segundo fontes da coluna LeoDias, Gabriel mora hoje nos Estados Unidos e tem pelo menos cinco casas em condomínios de luxo, entre eles o tradicional Alphaville, em Goiânia.

Apesar dos alertas dos amigos, Marília, em um primeiro momento, resistia em acreditar, até que ela revogou as procurações e todos os poderes de Gabriel e eles romperam a relação. Isso se deu um ano e meio antes de Marília morrer. Tanto que em entrevista ao titular desta coluna meses antes de sua partida, a cantora falou brevemente sobre uma grande decepção que teve com uma pessoa próxima.

Marília descobriu a verdade durante a pandemia. Impossibilitada de fazer show por conta das restrições em relação a aglomerações, a cantora precisou recorrer as suas aplicações financeiras para dar suporte à sua banda, que estava sem trabalhar. Ao acessar parte do dinheiro aplicado para ajudar a equipe, a cantora se deparou com um rombo.

A resistência de Marília em acreditar nas desconfianças em relação a Gabriel se davam por uma série de motivos. Apesar de na prática ter uma postura tranquila, ele se mostrava um cara agressivo, já que andava armado e tinha uma coleção de armas, o que a cantora nunca entendeu. Afinal, Gabriel não era policial e não tinha porte de arma.

Após a morte de Marília Mendonça, Gabriel Ramalho recorreu à Justiça e pede R$ 9 milhões de verbas trabalhistas. Ele tenta provar que era funcionário da cantora, que tinha um salário mensal de R$ 200 mil e busca direitos trabalhistas em cima deste valor.

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS