7 outubro 2022 12:17
7 outubro 2022 12:17

“Tive depressão aos 12 anos”, diz Miss plus size do Acre, que vai disputar o Miss Brasil em outubro

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A miss plus size do Acre, Marta Menezes, que vai disputar o título nacional em outubro em Osasco, São Paulo, faz um desabafo sobre o que viveu até alcançar a autoestima que tem hoje. De próprio punho ela contou a reportagem como foi sua vida na infância e adolescência.

“Nasci no Acre, no ano de 1990, na cidade de Feijó, aos 5 anos de idade mudei para a capital Rio Branco, onde vivi até os 26 anos, me mudando para SENADOR GUIOMARD, onde vivo hoje e amo de paixão!

Me considero cidadã guiomarense por opção e por acolhimento.

Cresci em uma família humilde, cheia de preconceitos, comecei a engordar aos 12 anos, quando comecei a sofrer de depressão e ansiedade, que só vim descobrir na idade adulta.

Desde criança sempre ouvia frases como ‘Você tem o rosto lindo, deveria emagrecer’, ‘Você não deve usar roupas curtas, não fica bem em gente gorda’, ‘Mulher gorda deve usar vestidos mais folgados para disfarçar a gordura’. Eu nunca concordei, lembro que eu desde a adolescência ficava pensando em qual o motivo para as pessoas se esconderem, se calarem ou fugirem, e só vim a entender quando comecei a sofrer ataques por causa da aparência.

No início eu até me importei, mas depois decidi me impor e hoje já estou bem resolvida.

Há 5 anos eu não me conhecia. Eu ainda buscava um lugar para mim. Tinha um filho pequeno, com 6 meses, estava buscando terminar o ensino médio, e por coincidência, na mesma escola onde hoje trabalho. Me recordo que eu levava o meu pequeno para a escola à noite, e ficava envergonhada porque ele nunca foi de ficar quieto, mas me lembro que as professoras me deram muito apoio, eu acabei desistindo nessa mesma época, mas não por falta de incentivo. Terminei meu ensino médio em casa no ano de 2018, estudando às 3:00 da manhã quando o bebê e o marido estavam dormindo, fiz as provas no CEJA, por módulos, e para quem não sabe, é muito difícil essa modalidade, você estuda em casa sozinho e fazer uma prova de múltiplas questões em exatas por exemplo, não é café pequeno, mas eu sobrevivi.

Hoje eu trabalho com o que eu gosto, sou mãe de 2 filhos que são a minha vida, estou no penúltimo período de Letras, e sou feliz. Sou Marta Menezes, 31 anos, 1.70 cm de altura, 54 cm de manequim.”

Fonte: AcreNews

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS