24 setembro 2022 11:45
24 setembro 2022 11:45

Suspeitos de matar ganhador da mega sena tentaram sacar R$ 3 milhões e fracassaram

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma operação criminosa fracassada tentou sacar R$ 3 milhões da conta de um vencedor da Mega-Sena de 2020, Jonas Lucas Alves Dias, 55, ao longo dos quase dois dias que o homem passou desaparecido. Ele sumiu ao sair de casa para uma caminhada, em Hortolândia, no interior de São Paulo. Os criminosos conseguiram roubar apenas R$ 20 mil de Jonas.

Jonas ficou milionário após ganhar sozinho um prêmio de R$ 47,1 milhões na Mega-Sena e, segundo a polícia, foi sequestrado na terça-feira (13). Ele foi encontrado ontem em uma via de acesso na Rodovia dos Bandeirantes, ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os criminosos responsáveis pelo sequestro e extorsão, que ainda não foram identificados, conseguiram retirar apenas R$ 20 mil das contas da vítima, segundo informações da Polícia Civil: R$ 2 mil em um saque e outros R$ 18 mil em uma transferência via Pix.

Familiares registraram o desaparecimento de Jonas em um Boletim de Ocorrência eletrônico, no final da tarde de terça, algumas horas depois do sumiço do homem, que teria saído de manhã para uma caminhada levando apenas a carteira e documentos.

Imagens de câmeras de segurança, registradas ontem, mostraram o momento em que um carro deixou o homem à beira da estrada.

O milionário foi socorrido por uma ambulância da concessionária da rodovia e encaminhado para o Hospital Mário Covas, mas não resistiu. Os médicos constataram que a vítima sofreu traumatismo cranioencefálico.

Equipes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Piracicaba estão apoiando os policiais de Hortolândia na investigação do crime.

Em 2020, Dias levou o prêmio acumulado da loteria da Caixa após fazer uma aposta simples de seis números.

UOL

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS