7 outubro 2022 2:34
7 outubro 2022 2:34

Saiba aqui se você está no último lote de restituição do IR 2022

Quinta rodada de pagamentos vai contemplar 1,2 milhão de contribuintes na sexta-feira da semana que vem; quem não apareceu em nenhum dos lotes caiu na malha fina

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Nesta sexta-feira (23), a Receita Federal liberou a consulta ao quinto e último lote de restituição do Imposto de Renda 2022. De acordo com o Fisco, 1,2 milhão de contribuintes serão contemplados com um total de R$ 1,9 bilhão nessa rodada de pagamentos.

O desembolso aos contemplados será depositado na próxima sexta-feira, dia 30 de setembro, diretamente na conta bancária informada no fim da declaração, com um acréscimo da taxa Selic em relação ao valor indicado no momento da entrega do documento.

Do total de beneficiados presentes no lote, aparecem 41.693 contribuintes idosos com mais de 60 anos, 4.247 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 15.378 cuja maior fonte de renda é o magistério. Os demais contemplados não pertencem a nenhum grupo prioritário.

Quem enviou a declaração e não teve a restituição liberada em nenhum dos cinco lotes de restituição caiu na malha final e terá que acertar as contas com o Leão. De acordo com o Fisco, mais de 1 milhão de declarações estão retidas, o que representa 2,7% do total de 38,2 milhões de documentos entregues entre março e setembro deste ano.

Para tirar a declaração da malha fina, o contribuinte precisa arrumar as pendências que resultaram na retenção do documento. Após corrigir os erros, a declaração é processada e a restituição pode ser liberada.

Consulta

Além da conferência na página da Receita na internet, os contribuintes podem saber se estão no segundo lote de restituição acessando o aplicativo do Fisco, disponível para os sistemas Android e iOS.

Nos sistemas, o contribuinte descobre se a sua restituição foi liberada, se ainda está sendo processada ou se existem pendências. Nesse caso, as correções podem ser feitas por meio de uma declaração retificadora.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração. Após ser depositado, o dinheiro ficará disponível no banco durante o período de um ano. Se o contribuinte não fizer o saque no prazo, deverá solicitar o montante por meio do formulário eletrônico — Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no eCAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor a ser restituído não apareça na conta bancária, o contribuinte poderá comparecer a qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento, pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Fonte: R7

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS