3 dezembro 2022 1:19
3 dezembro 2022 1:19

R$ 25 bilhões não foram sacados do PIS/Pasep; você já sacou o seu?

Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 10,6 milhões de brasileiros têm valores a receber em cotas do PIS/Pasep.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Está aberto o prazo para consulta e resgate dos valores relativos às cotas do PIS/Pasep. Cerca de 10,6 milhões de pessoas podem sacar um montante total de R$ 24,6 bilhões, segundo informações da Caixa Econômica Federal.

Para receber, o trabalhador deve ter trabalhado com carteira assinada entre os anos de 1971 e 1988. O valor do resgate depende do tempo de atividade profissional e dos salários recebidos no período, mas a média é de R$ 2,3 mil por pessoa.

Histórico das cotas do PIS/Pasep

Em 2020, uma medida provisória deu fim ao Fundo PIS/PASEP e transferiu seu patrimônio para o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Todas as contas vinculadas também mudaram de vínculo e o saque dos recursos foi autorizado. Agora, quem ainda tem saldo disponível porque deixou de resgatar na época pode retirar a grana.

Consulta e saque

Como os recursos migraram para o FGTS, a consulta pode ser feita no aplicativo do Fundo de Garantia. Também é possível se informar sobre os valores de forma presencial, nas agências da Caixa.

No próprio app FGTS, o cotista ou seu herdeiro (caso o trabalhador tenha falecido) deve informar uma conta bancária para receber o valor. A transferência é gratuita.

Para valores de até R$ 3 mil, o resgate pode ser feito com o Cartão Social em unidades lotéricas e terminais de autoatendimento da Caixa. No caso de falecimento do beneficiário, seu dependente pode solicitar o dinheiro na opção “PIS/PASEP – Falecimento do Trabalhador” do próprio aplicativo.

Fonte: Edital Concursos Brasil

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS