26 novembro 2022 5:01
26 novembro 2022 5:01

Proximo a cota histórica de 1,34 metro Rio Acre tem pior nível para o dia nos últimos sete anos

Dia 11 de setembro foi quando o Rio chegou a menor cota já registrada, de 1,29 metro.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O Rio Acre em Rio Branco apresentou estabilidade entre o domingo, 25, e esta segunda-feira, 26, ao manter o nível de 1,34 metro. Porém, o que preocupa é que o manancial está a apenas cinco centímetros da menor cota histórica. Além disso, tem a pior cota para o dia, dos últimos sete anos.

No último dia 11, foi quando o Rio chegou a menor cota já registrada, de 1,29 metro. E, considerando o cenário atual, a Defesa Civil da Capital não descarta atingir esse nível novamente, segundo informou o coordenador tenente-coronel Claudio Falcão.

“Ainda bem que, de ontem para hoje, o rio estabilizou. Mas, a gente tem todas as possibilidades de chegar de novo, infelizmente, na marca histórica. O que chama a atenção neste momento é porque em anos anteriores, mesmo com o rio com nível muito baixo, em setembro, mas quando se aproximava no final do mês, que é o caso de agora, essa cota costumava melhorar. E neste ano, não está acontecendo isso, pelo contrário”, pontuou.

O reflexo é que o manancial tem nesta segunda a pior cota para o dia, dos últimos sete anos. (Veja as cotas de 2015 a 2022):

  • 2015: 2,31 metros;
  • 2016: 1,96 metro;
  • 2017: 1,59 metro;
  • 2018: 1,95 metro;
  • 2019: 2,06 metros;
  • 2020: 1,55 metro;
  • 2021: 1,57 metro;
  • 2022: 1,34 metro.

“A gente pode ter um recorde para a frente porque não está melhorando a cota. E continuamos com a mesma expectativa de que a situação só vai melhorar mesmo a partir da segunda quinzena de outubro pra frente”, concluiu.

Fonte/ A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS