5 outubro 2022 10:39
5 outubro 2022 10:39

Procon-SP notifica Lollapalooza 2023 pelo alto valor dos ingressos.

Confusão começou quando o festival anunciou que o Lolla Pass, ingresso mais barato, começaria em valores a partir de R$ 900

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Procon-SP pediu explicações sobre os valores exatos dos ingressos do Lollapalooza;

Pré-venda, que iria iniciar na sexta-feira (16), seria exclusiva para clientes do Bradesco, que teriam descontos de 15% no preço do ticket;

Tickets for Fun (T4F) terá que entregar a relação completa de todas as atrações e bandas que participarão do festival.

A comunicação confusa da organização do Lollapalooza 2023 a respeito do preço verdadeiro do ingresso resultou em uma notificação pelo Procon-SP.

Na tarde desta última segunda-feira (19), o órgão de defesa do consumidor pediu explicações sobre os valores exatos. A pré-venda, que iria iniciar na sexta-feira (16), seria exclusiva para clientes do Bradesco. Além da exclusividade de comprar os ingressos antes do público geral, clientes do banco teriam descontos de 15% no preço do ticket, mesmo durante o período de venda para o público geral. Clientes do Next e do Digio, bancos digitais pertencentes ao Bradesco também teriam direito ao desconto.

A confusão começou quando o festival anunciou que o Lolla Pass, ingresso mais barato, começaria em valores a partir de R$ 900. Fãs e clientes do Bradesco então perguntaram nas redes sociais oficiais do evento se este preço já incluía o desconto de 15%, ao que a organização respondeu que não. Ou seja, isto quer dizer que clientes do bancos selecionados teriam direito ao Lolla Pass por R$ 765.

Só que no anúncio oficial dos preços dos ingressos, na quarta-feira (14), as artes afirmavam que o preço de R$ 900 já possuíam o Benefício Bradesco de 15% já aplicado. Ou seja, o valor de R$ 900 anunciado antes já tinha o desconto.

A confusão piorou ainda mais quando os clientes foram às páginas oficiais dos bancos perguntar sobre o valor de R$ 900, se estavam com desconto ou não. O Bradesco, em sua página oficial no Twitter, respondeu que R$ 900 era o preço base, e que o desconto seria acrescentado depois.

Segundo informações do portal Exame, “além de todas as informações referentes a taxas, fretes e descontos, o festival também terá de comprovar a quantidade de ingressos disponibilizada para pré-venda e venda ao público geral”.

O Procon-SP também acionou a Tickets for Fun (T4F), responsável pela venda dos ingressos, para que entregue a relação completa de todas as atrações e bandas que participarão do Lollapalooza, esclareça a política de cancelamento ou desistência de compra e disponibilize canais de atendimento aos consumidores.

Fonte/ Portal Yahoo.com

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS