4 outubro 2022 8:00
4 outubro 2022 8:00

Por conta do rombo financeiro, Marília não conseguiu quitar casa

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Marília Mendonça, uma das maiores cantoras da história do Brasil, tomou conhecimento um ano antes de sua morte. Alguns detalhes estão no processo trabalhista aberto por Gabriel Ramalho contra o espólio (herança) da Rainha da Sofrência. A ação corre em segredo de Justiça, e os advogados de ambas as partes se recusam a falar com a coluna.

Mas este colunista se recorda de um fato referente a uma questão fundamental na vida de Marília: a casa em que ela morava com a mãe e o filho, num condomínio de Goiânia. Por causa dos plenos poderes financeiros que Gabriel detinha, houve um enorme imbróglio envolvendo o pagamento da propriedade, e a cantora nunca conseguiu sequer passar o imóvel para o seu nome.

A casa foi apresentada em uma reportagem de vídeo para o canal do YouTube do Metrópoles, em março deste ano, e está longe de ser considerada um imóvel de alto luxo. Mas vamos aos confusos detalhes da transação: quem fez a negociação foi Gabriel Ramalho, que inclusive aparece no contrato de compra e venda como intermediador.

O imóvel pertencia, supostamente, a um amigo de Gabriel. O valor total da casa era de R$ 3,5 milhões, e Marília fez um pagamento da metade do montante. E ela teria que financiar o restante. Gabriel propôs a Marília que pagasse as parcelas diretamente ao proprietário, pois, segundo ele, a taxa de juros de seu amigo era muito mais atraente que a bancária. Disse ainda que, tão logo a casa fosse quitada, o dono do imóvel transferiria a propriedade para o nome da cantora.

No entanto, nada disso aconteceu. Marília pagava mensalmente cerca de R$ 10 mil do suposto financiamento e Gabriel e o proprietário entraram com uma ação contra o banco em que ele pagava em juízo cerca de R$ 3 mil pela compra do caso. Para onde ia essa diferença, ninguém sabe.

Mas ainda acreditando na palavra do, até então fiel amigo, Marília, disposta a encerrar o financiamento, foi convencida por Gabriel a pagar mais três parcelas: uma de R$ 600 mil e outras duas de R$ 150 mil para ter, enfim, o seu lar.

Marília nunca duvidou da palavra de Gabriel Ramalho, e por isso sempre fez o que ele sugeria. Até hoje o imóvel ainda está sendo transferido ao espólio da Rainha da Sofrência.

A Coluna Leo Dias tentou obter, de maneira informal, com amigos de Marília informações sobre o exato valor do rombo financeiro deixado por Gabriel. Mas ninguém soube responder ao certo a quantia. No entanto, calcula-se que cerca de 20% do valor total do patrimônio adquirido por Marília Mendonça tenha sido desviado.

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS