2 outubro 2022 9:27
2 outubro 2022 9:27

Mulher que tirou tumor de 46kg em cirurgia de emergência, morre de parada cardiorrespiratória

Paciente de 45 anos foi operada no dia 31 de agosto depois de dar entrada no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma mulher de 45 anos morreu, na tarde de domingo (11/9), depois de passar por uma cirurgia de emergência para a retirada de um tumor de 46 kg em Itaperuna, no Noroeste Fluminense.

“Com enorme pesar, informo que a paciente submetida a uma cirurgia para retirada de um tumor de 46 kg, veio a falecer 11 dias após uma intervenção cirúrgica de emergência, realizada por nossa equipe médica”, disse o médico cirurgião-geral Glaucio Boechat em suas redes sociais.

Segundo ele, a paciente estava evoluindo de maneira muito satisfatória ao procedimento, mas morreu por causa de uma parada cardiorrespiratória. Ela tinha 1,53 metro de altura e estava pesando 150 kg quando deu entrada na unidade de saúde, sentindo falta de ar por conta da tumoração.

“De suma importância, nunca negligenciar qualquer sintoma. Ao primeiro sinal, procurar auxílio médico, visando um diagnóstico precoce, possibilitando ao profissional buscar intervenções enquanto há controle no processo evolutivo da doença”, alertou o médico.

A equipe médica estava programando uma alta do CTI para esta segunda (12/9). Ainda não há informações sobre o histórico médico da paciente. Na época da cirurgia, a família informou que aguardava a alta médica para saber se ela gostaria de se pronunciar.

Ainda segundo o médico, a paciente é natural da cidade de Volta Grande, em Minas Gerais, e atualmente mora em Itaperuna. Ela relatou que vivia com o tumor há pelo menos 5 anos, quando identificou o problema.

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS