20 setembro 2022 10:48
20 setembro 2022 10:48

Mulher perde a visão após levar facada de desconhecido por está ouvindo samba em homenagem a Exu

Manicure ouvia samba-enredo da Grande Rio em casa quando foi surpreendida por um desconhecido que a atacou com facão

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A manicure Bruna Rodrigues Vaz, moradora de Itaboraí (RJ), perdeu a visão do olho direito após ser atacada por um desconhecido em um caso de intolerância religiosa. O homem está foragido há seis meses.

Em relato à TV Globo, a manicure afirmou que estava em casa ouvindo o samba-enredo da Grande Rio, escola campeã do carnaval do Rio de Janeiro neste ano. A letra da música faz homenagem ao orixá Exu.

Ela foi surpreendida por um desconhecido que estava num bar, do outro lado da rua, que a atacou com um facão. Antes da agressão física, ele questionou se a mulher era “pagodeira ou macumbeira”.

“Cheguei lá e perguntei qual era o problema. A gente estava no nosso horário. [Perguntei] O porquê da ironia de falar se a gente era pagodeiro ou macumbeiro. Ele se exaltou e veio para cima de mim. Já veio com o facão, não queria saber onde ou em quem ia pegar. Eu estava na calçada. Eu passei e o facão veio a me acertar”, afirmou a manicure.

A reportagem do Metrópoles acionou a Polícia Civil do Rio de Janeiro para prestar mais esclarecimentos sobre o caso, mas não obteve retorno até a publicação deste texto. O espaço segue aberto.

Apoio à vítima

Em publicação nas redes sociais, a escola Acadêmicos da Grande Rio lamentou o ocorrido e disse que a intolerância religiosa precisa ser “combatida com todo o rigor da lei”.

“Nos solidarizamos e nos colocamos à disposição da Bruna para qualquer apoio necessário. Acompanharemos com extrema atenção o caso, confiando nas autoridades na busca pelo criminoso”, divulgou a escola.

Veja a publicação:

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS