19 setembro 2022 4:12
19 setembro 2022 4:12

Mulher mata marido esfaqueado, após anos de agressões e tentativa de feminicídio

Homem tinha tentado matar esposa com um tiro em maio de 2021

Por Midiamax Uol

- Publicidade -

Após sofrer agressões por pelo menos dois anos e uma tentativa de feminicídio, uma mulher matou o marido, Adriano Rocha Guimarães, de 38 anos, a facadas. O crime aconteceu durante a madrugada desta segunda-feira (19), em Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande. Adriano tinha mais de 80 passagens pela polícia.

Informações são de que o casal estava em casa quando, por volta 1 hora da madrugada, Adriano passou a discutir com a esposa sobre um chinelo perdido durante uma das mudanças, que ele tinha visto nos pés do padrasto da mulher.

Adriano, então, desferiu socos contra o rosto da vítima e em seguida foi até a cozinha, pegou uma faca e desferiu um golpe contra a mulher. Para se defender, ela também pegou uma faca e deu uma facada nas costelas de Adriano. O homem tentou correr e caiu entre a geladeira e o fogão da cozinha.

Assustada, a mulher correu até uma vizinha para pedir ajuda. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas Adriano já estava morto. A mulher já tinha mudado de cidade após agressões do marido que a perseguia onde ela estava.

Tentativa de feminicídio

No dia 25 de maio de 2021, Adriano tentou matar a tiros a esposa e para escapar simulou que ela havia atentado contra a própria vida. Ele ligou para o padrasto da vítima e pediu para que ele fosse com urgência até a residência do casal.

Quando a família chegou, encontrou a vítima ensanguentada dentro do carro. Adriano afirmou que estava socorrendo a mulher, mas assim que familiares chegaram ele fugiu e não foi mais encontrado.

A mulher foi levada para o hospital e contou que o marido havia atirado contra ela. O tiro acertou o peito da vítima, transfixando nas costas.

Em agosto deste ano, foi feito um registro de violência doméstica contra Adriano pela esposa. O casal estava bebendo quando o homem passou a agredi-la com socos. Durante a prisão dele, foram descobertas drogas na motocicleta que ele pilotava.

A mulher ainda contou que chegou a mudar de cidade após a separação já que Adriano a perseguia e não a deixava em paz.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS