7 outubro 2022 1:33
7 outubro 2022 1:33

Mulher acusada de tentar matar o marido diz que usou cocaína antes de praticar o crime

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Presa e autuada por tentativa de homicídio, Fernanda Gabriela Barbosa Rodrigues, 26 anos, mulher de Durval Barbosa, 70, assumiu, em depoimento prestado na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), que teria usado cocaína antes de esfaquear o marido, segundo o Correio apurou. A jovem passa por audiência de custódia na manhã desta terça-feira (20/9), em que será decidido se a acusada será transferida à prisão ou liberada.

Fernanda foi presa em flagrante pela Polícia Militar do DF na tarde dessa segunda-feira (19/9). Os militares receberam uma denúncia de violência doméstica e foram ao local averiguar, na 114 Sul. Na casa, encontraram Durval ferido por arma branca. Fernanda disse à polícia que teria esfaqueado o marido em legítima defesa. A versão é diferente da contada pela mãe de Fernanda, Rosa Cleonice, 45, que alegou que a filha estaria em surto psicótico.

O delator da Caixa de Pandora foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran), onde permanece internado. O quadro é considerado estável e sem complicações. De acordo com a mãe, Fernanda sofria de depressão pós-parto e pós luto, após ter dado à luz a um casal de gêmeos e perdido os dois bebês em dois dias.

Na tarde de segunda-feira (19/9), a dona de casa recebeu uma ligação da filha em tom de desespero. “Ela disse que tinha feito merda e que chamaria a polícia”, contou. Para a genitora, a jovem disse ainda que estavam tentando matá-la e, por isso, agiu “sem perceber”.

Segundo o delegado-chefe da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), Jônatas Silva, foi pedido um exame médico-legal de insanidade mental. “Ela foi presa em flagrante e autuada por homicídio doloso na forma tentada”, frisou. Caso seja condenada, Fernanda pode pegar de 6 a 12 anos de prisão.

Correio Braziliense
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS