2 dezembro 2022 2:03
2 dezembro 2022 2:03

Menina socorrida pelo pai, que é médico, morre oito dias após acidente

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Morreu nesse domingo (25/9), no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), a quarta vítima da batida entre dois carros na rodovia MGC-497 em 18 de setembro. Carolina Alves de Souza, de 11 anos, chegou a ser reanimada pelo pai, que é médico, logo após o acidente, por meio de massagem cardíaca.

Ela é a segunda criança morta no acidente e estava internada desde o dia da batida. As demais vítimas estavam no outro carro.

No local da colisão morreram Sara Cardoso, de 26, e o enteado dela, Caio Pietro de Oliveira Lima, de 10. O pai do garoto e marido de Sara, Iury Lima Alves, de 28, também morreu no HC-UFU, momentos depois de dar entrada na unidade.   Mais duas crianças continuam internadas no Hospital de Clínicas.

O acidente aconteceu no KM 10 da MGC-497, local em que um veículo que ia sentido a Prata perdeu o controle e invadiu a pista sentido Uberlândia, batendo no segundo automóvel. O motorista perdeu o controle quando caiu na valeta da pista.

Fonte: EM

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS