6 outubro 2022 12:16
6 outubro 2022 12:16

Maradona já xingou rei Charles III em evento da realeza: “Narigudo”

Ao jornal italiano Corriere dello Sport, o antigo técnico de Maradona, Guillermo Coppola, relembrou o insulto ao então príncipe

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A rainha Elizabeth II e o craque Diego Maradona sustentavam uma relação pacífica enquanto os dois estavam vivos. A realeza, inclusive, colocou o argentino como presidente de uma ONG ligada ao futebol. Entretanto, o rei Charles III, que assumiu o trono na última semana, não poderia dizer o mesmo.

Maradona participou de uma homenagem a Osvaldo Ardiles, ex-jogador do Tottenham, e precisou vestir uma camisa dos Spurs no tributo. O monarca marcou presença no evento, que aconteceu em 1986.

Depois da partida de comemoração, uma cerimônia foi realizada no Palácio de Buckingham. Ao jornal italiano Corriere dello Sport, o antigo técnico do craque argentino, Guillermo Coppola, relembrou um insulto feito por Diego ao então príncipe de Gales.

“Estava tudo muito tranquilo, até que chega a uma altura em que o Diego me chama e diz: ‘Coppola, diz àquele narigudo para tirar a mão do meu ombro’. Olhei para ele em choque, não sabia o que fazer. É que o ‘narigudo’ que o Diego Maradona falava era o então príncipe Charles de Gales”, contou Coppola.

Apesar da boa relação com a rainha, Diego Maradona tinha uma ligação bastante conturbada com a Inglaterra. Em campo, o famoso gol Mão de Deus foi marcado em um confronto com os ingleses, durante a Copa do Mundo de 1986. Antes de morrer, em 2018, o argentino também criticou o país depois da vitória da Inglaterra sobre a Colômbia no Mundial, com um pênalti marcado sobre Kane. De acordo com o ex-jogador, o ato foi um “roubo monumental”.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS