2 dezembro 2022 12:39
2 dezembro 2022 12:39

Lula diz que vai ao debate da Globo e critica abstenção de voto

Candidato do PT à Presidência, o ex-presidente participa de um comício na quadra da Portela, neste domingo (25/9)

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participa de um comício na quadra da escola de samba Portela, em Madureira, no Rio de Janeiro, neste domingo (25/9), onde comentou sobre a reta final da campanha. Durante o evento, o ex-presidente confirmou que vai ao debate entre presidenciáveis na próxima quinta-feira (29/9), na Rede Globo, o último antes do primeiro turno.

Lula disse que vai à sabatina porque “gosta de debate” e criticou os adversários que, segundo ele, só vão para atacá-lo: “Os debates estão ficando difíceis porque tem pouca gente com condições de disputar as eleições e eu vou lá disputar com cinco que só têm um objetivo: me atacar”, declarou.

“Eu quero ir no debate não porque eu quero conversar com eles, [mas porque] eu quero aproveitar o espaço da televisão para conversar com vocês”, afirmou à multidão que o assiste na quadra da escola de samba.

O candidato do PT ainda justificou a falta ao debate desse sábado, no SBT, afirmando que tinha “compromisso antigo” em dois comícios em São Paulo.

“Eu tinha marcado, antecipadamente, dois comícios, um na Zona Leste, em São Paulo, e uma na Zona Sul e eu não poderia faltar porque era compromisso antigo. Também tinha o compromisso com o Eduardo Paes, que tinha me prometido fazer uma festa maravilhosa para mim aqui no Rio de Janeiro.”

Abstenção de votos

No evento na Portela, o petista ainda criticou a abstenção de votos. Ele afirmou que as pessoas precisam “comparecer para votar” para que tenham o “direito de xingar” e “cobrar”.

“Nesses próximos dias, a gente vai ter que chamar essas pessoas que estão indecisas ou estão dizendo que vão se abster de votar. Aquelas pessoas que chegam no dia da eleição de manhã, pega o carro e vai para algum lugar e não quer votar. Ele é um rebelde. Na verdade, não tem rebeldia nesse gesto. Na verdade, é falta de sintonia com a realidade que estamos vivendo”, criticou.

Comício no Rio de Janeiro

Antes da chegada do ex-presidente, a multidão gritava “fora Bolsonaro”. O evento conta com a participação do prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes (PSD), e do candidato do PT ao Senado, André Ceciliano, além de Gleisi Hoffmann, presidente do PT, Aloizio Mercadante e Janja. No caminho até o palco, Lula acenou para o público pela sacada e foi ovacionado.

Tia Surica, presidente de honra da Portela e integrante da velha-guarda da escola de samba é homenageada e participa do ato. Alanis Guillen, que interpreta Juma, em Pantanal, o também ator Humberto Carrão, a cantora Zélia Duncan, o carnavalesco Milton Cunha, e outros artistas também estiveram presentes no ato.

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS