29 setembro 2022 4:11
29 setembro 2022 4:11

Liz Truss é anunciada como a nova primeira-ministra do Reino Unido na manhã desta segunda-feira

Truss assume a liderança do Partido Conservador no lugar de Boris Johnson, que renunciou ao cargo em julho, em meio a escândalo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Liz Truss foi anunciada, nesta segunda-feira (5/9), como a primeira-ministra do Reino Unido, no lugar de Boris Johnson, que renunciou ao posto de líder do Partido Conservador, e consequentemente ao cargo de primeiro-ministro britânico, no início de julho. Ele estava no comando político inglês desde junho de 2019.

Truss venceu a disputa interna pela liderança do Partido Conservador, que tem maioria no parlamento britânico, com quase 58% dos votos. Ela derrotou o ex-ministro de Finanças, Rishi Sunak, que recebeu apoio de 43% dos membros.

Defensora do Brexit (a saída do Reino Unido da União Europeia) – medida que chegou a ser contra em 2016 por medo de uma “disrupção” – e de cortes de impostos, Truss se apresentou nesta campanha como uma autêntica conservadora.

Discurso

Amigos e colegas, obrigado por depositar sua fé em mim para liderar nosso grande Partido Conservador, o maior partido político da Terra. É uma honra ser líder desse partido”, disse Truss, durante anúncio do seu nome nesta segunda.

Para o futuro, ela prometeu “planos ousados” e efetivos.

Vou entregar um plano ousado para cortar impostos e crescer nossa economia. Vou responder à crise energética, lidando com as contas de energia das pessoas, mas também lidando com as questões de longo prazo que temos sobre o fornecimento de energia”, falou.

Queda de Boris Johnson

A queda do premiê Johnson ocorreu após mais um escândalo envolvendo um de seus aliados com cargo no alto escalão do governo.

Mais de 50 funcionários do governo aderiram a um movimento que provocou pedidos de demissão em massa, com o objetivo de pressionar Boris.

Durante o anúncio da nova primeira-ministra, a atuação de Johnson durante a pandemia foi saudada pelo partido.

O mandato da nova primeira-ministra durará até as próximas eleições legislativas, previstas para 2024.

Nesta etapa final de votação, todos os membros do Partido Conservador enviaram seus votos pelo correio.

Cerimônia de posse

A nomeação de Truss vai ocorrer na terça-feira (6/9), no Castelo de Balmoral, na Escócia, onde a Rainha Elizabeth passa seus verões e vai marcar uma quebra de tradição. Isso porque a cerimônia sempre foi feita no Palácio de Buckingham, em Londres.

A mudança ocorre porque a monarca, de 96 anos, teve que reduzir suas aparições públicas neste ano, devido a problemas de mobilidade, por isso não viajará para Londres.

Truss se reunirá com a rainha e será oficialmente convidada a formar um governo.

Perfil

Truss é natural de Oxford, no sudeste da Inglaterra. Ela se formou em filosofia, política e economia, no Merton College, que faz parte da Universidade de Oxford.

Entrou para o Parlamento Britânico em 2010, e foi nomeada subsecretária de Estado Parlamentar para Educação e Assistência Infantil em setembro de 2012. Na sequência, atuou como secretária de Estado para Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais entre 2014 e 2016.

Depois, assumiu o cargo de secretária de Justiça até 2017, e trabalhou como secretária-chefe do Tesouro até 2019. No mesmo ano, chefiou o Ministério para Mulheres e Igualdades, até setembro do ano passado, quando foi nomeada secretária de Relações Exteriores.

Fonte: Metrópoles 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS