4 dezembro 2022 4:55
4 dezembro 2022 4:55

Jovem de 13 anos fere coordenadora com faca e ateia fogo em escola

Caso na Chapada Diamantina ocorre um dia após outro jovem matar colega com deficiência em escola do oeste baiano

Por Banda B

- Publicidade -

Um adolescente de 13 anos atacou a Escola Municipal Yeda Barradas Carneiro, onde estuda, na cidade de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, na Bahia. Na manhã desta terça-feira, 27, ele ateou fogo no colégio e feriu a diretora com o uso de uma faca. O jovem foi apreendido pela Polícia Militar e deve responder por ato infracional análogo ao crime de lesão corporal leve.

Segundo informações da Polícia Civil baiana, o estudante entrou na escola e atirou explosivos caseiros do tipo coquetel molotov, que causaram as chamas. Em seguida, teria esfaqueado a coordenadora. Ninguém ficou ferido pelo contato com o fogo e a vítima será encaminhada a exame de corpo de delito.

A Polícia Militar informou que o 7º BPM foi acionado após o recebimento de informações de que um aluno havia tentado atear fogo no colégio. Quando os policiais chegaram, o adolescente foi apreendido e apresentado ao Conselho Tutelar para adoção das medidas cabíveis.

A Polícia Civil informou que a princípio ele responderá por ato infracional análogo ao crime de lesão corporal leve, mas os depoimentos que estão sendo ouvidos vão ajudar a avaliar se houve cometimento de outro ato infracional.

Na segunda-feira, 26, o Colégio Municipal Eurides Sant’Anna, em Barreiras, na região oeste da Bahia, também foi palco de um ataque. Nesse caso, houve uma vítima fatal. Uma aluna com deficiência que usava cadeira de rodas foi morta por um adolescente de 14 anos trajando roupa preta, capuz e óculos.

Segundo informações das Polícias Civil e Militar da Bahia, ele pulou o muro da escola, no bairro de São Pedro, e matou Geane de Silva de Brito, de 19 anos, com golpes de arma branca e disparo de arma de fogo. A Secretaria Municipal de Educação diz que ele se misturou aos alunos na hora da entrada.

O autor do crime foi atingido por tiros por uma pessoa ainda não identificada. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado a uma unidade de saúde, onde está sob custódia.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS