3 dezembro 2022 11:17
3 dezembro 2022 11:17

Em coma há 6 anos, dona das Casas Pernambucanas tem herança de R$2 bi acumulada e funcionárias brigam por fortuna

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A loja varejista Pernambucanas vive um imbróglio judicial, isso porque a famosa Anita Harley, sua maior acionista e detentora de 48% da marca, está em coma há mais de 6 anos. Com um patrimônio estimado em aproximadamente R$ 2 bilhões de reais, pessoas próximas da empresária estão travando uma guerra judicial para ficar com a herança.

A disputa nos tribunais está ocorrendo há algum tempo, atualmente Anita está com 81 anos e as chances de uma melhora são pequenas. Em 03 de julho, a revista eletrônica “Fantástico”, da TV Globo, trouxe o caso ao público e revelou detalhes sobre a fortuna da empesária e a disputa pela herança.

Anita entrou em coma em 2016 e segue ligada a aparelhos. Antes de ficar no atual estado de saúde, a empresária deixou uma procuração para Cristine Rodrigues, que é assessora da presidência da famosa rede de varejo Pernambucanas. A procuração havia sido feita em 1999, onde afirmava que a assessora seria a responsável pelo patrimônio bilionário em caso de saúde ou adversidades que a impedisse.

A batalha judicial acontece  entre duas mulheres. De um lado, a assessora com a procuração e poderes delegados, do outro está Sônia Aparecida, ex-funcionária da famosa que alega ser sua companheira. A assessora com poderes delegados acionou a justiça e teve seus pedidos negados até o momento.

Além das duas, entrou na disputa pela herança o filho biológico de Sônia, chamado Arthur Miceli. O rapaz reclama seus direitos pela fortuna da empresária, desejando reconhecimento por direito como filho socioafetivo de Anita Harley. O jovem alegou em tribunal que foi criado pela famosa, embora não seja seu filho de sangue.

TV Foco
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS