2 outubro 2022 7:46
2 outubro 2022 7:46

Em Brasília, urnas para brasileiros votarem no exterior são preparadas

Nas eleições de outubro deste ano, 697 mil brasileiros que moram no exterior poderão votar para presidente da República

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

As 989 urnas eletrônicas em que brasileiros residentes no exterior vão votar para presidente da República nas eleições deste ano começaram a ser preparadas em Brasília, neste sábado (10/9).

O primeiro passo é a geração de mídia que serão comportadas nas urnas eletrônicas. Essa etapa foi iniciada neste sábado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), órgão que é responsável pelas eleições no exterior.

O procedimento significa a inserção em flash cards do nome e da imagem dos candidatos a presidente da República. Também é feita a formatação das mídias de resultado que registrarão os votos dados pelos eleitores em cada urna eletrônica.

A partir de terça-feira (13/9), elas serão lacradas e enviadas ao Ministério das Relações Exteriores, que fará o despacho para 77 países onde aproximadamente 697 mil brasileiros poderão votar.

Neste sábado, durante a cerimônia de abertura do procedimento, o presidente do TRE-DF, desembargador Roberval Belinati, ressaltou a “importância de cada voto na contagem geral, inclusive daqueles oriundos dos compatriotas que residem fora do país”.

Dos 106 países onde brasileiros estão aptos a participarem das eleições de 2022, 29 receberão urnas de lona para votos em cédulas de papel porque têm apenas entre 30 e 100 eleitores.

O Nepal é o país com o menor número de brasileiros votantes: 33. Em contrapartida, os Estados Unidos possuem o maior colégio eleitoral fora do país, com 182.986 eleitores.

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS