2 outubro 2022 4:32
2 outubro 2022 4:32

“É uma Cobra Sucuri de 5 a 6 metros, só deu tempo fazer duas fotos”, afirma morador.

Sucuris são serpentes de grande porte e predadores de topo. Existem quatro espécies, todas pertencentes a família Boidae e gênero Eunectes. Elas não têm veneno e matam suas presas por constrição, enrolando-se sobre a presa até que o fluxo sanguíneo dela seja interrompido.

Por Aldejane Pinto, Redação Ecos da Notícia com Radar 104

- Publicidade -

Na manhã deste sábado,10,  a reportagem   conversou com o ribeirinho que ficou frente a frente com uma das maiores cobras da Amazônia: a Sucuri.

Francisco Silva afirmou que percebeu o animal debaixo das galhadas de mato que ficam na beira do Rio Caeté, próximo a comunidade Florentino.

“Eu está passando de barco e vi ela na beira do Rio. Parei um pouco mais a baixo e só deu tempo de tirar duas fotos, ela saiu pra dentro do Rio de volta e afundou. Ela dava mais ou menos de 5 a 6 metros de comprimento. Era 11h30 da manhã de ontem, sexta-feira”, afirma Francisco Silva.

 

O animal continua nas águas e os moradores devem tomar cuidado ao entrarem no Rio, pois podem tornarem-se presa da mesma.

Nesta época do ano o Rio tem pouca lâmina d’água e muita gente costuma pescar no local.

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS