4 outubro 2022 8:16
4 outubro 2022 8:16

Depois de recusar dançar com estranho mulher fica ferida e marido é assassinado

O homem de 46 anos foi esfaqueado por um trio que incomodava a família no bar em Ceilândia. A esposa também foi ferida. Os criminosos foram presos na madrugada deste sábado (10/9)

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um homem de 46 anos morreu esfaqueado ao tentar salvar a mulher, de 42, também ferida à faca em um bar na QNM 2/4, em Ceilândia. Informações preliminares da Polícia Militar revelam que tudo começou quando três indivíduos tentaram dançar, à força, com a esposa e a sobrinha do homem assassinado. Os suspeitos foram presos na madrugada desta sábado (10/9), pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A mulher está internada no Hospital Regional de Ceilândia. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

Segundo a PM, o casal e a sobrinha estavam no bar, quando três homens tentaram dançar com as duas, que recusaram o convite. Incomodado com a situação, o marido conseguiu afastar o grupo. No entanto, quando a vítima foi ao banheiro, o trio voltou a incomodar as mulheres que, novamente, se esquivaram das investidas. Neste momento, um rapaz de 31 anos esfaqueou uma das mulheres. Ao ver a esposa ferida, o homem tentou ajudá-la, mas também foi esfaqueado e morreu no local.

Foto: PMDF

Ao serem acionados, os policiais militares do 8º Batalhão, responsável pelo policiamento em Ceilândia, localizaram o veículo e prenderam os três criminosos (Veja o vídeo da prisão abaixo). Dentro do carro, os agentes encontraram duas facas sujas de sangue que foram usadas no crime. O trio, de 32, 47 e 52 anos, foi preso em flagrante e levado para a 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro).

Fonte: Correio Braziliense

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS