24 setembro 2022 3:28
24 setembro 2022 3:28

Depois de ano sem beijar, mulher beija novamente e pega herpes grave

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma jovem dinamarquesa relatou no TikTok um episódio que viveu após beijar alguém pela primeira vez depois de um ano. No perfil pessoal, ela publicou um vídeo mostrando uma erupção severa do vírus HSV-1, causador da herpes simples.

Nas imagens, a mulher revela as feridas causadas pela doença infecciosa que deixaram a região da boca bastante lesionada. O vídeo teve mais de 9 milhões de visualizações e levou muitas pessoas a dizer que não beijariam ninguém novamente.

“Quando o primeiro cara que você beija em um ano te dá herpes”, a jovem publicou na descrição do vídeo. Ela acrescentou, nos comentários, que a outra pessoa não estava ciente da contaminação e que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 67% da população mundial é portadora de algum tipo do vírus HSV-1, mas os sintomas mais comuns costumam ser a presença de uma única ferida.

Além da herpes, a dinamarquesa também desenvolveu urticária devido a um medicamento utilizado para combater a condição e relatou ter ficado com a garganta inflamada. “Parece que a vida amorosa não é para mim”, ela comentou, na rede social.

De acordo com o Ministério da Saúde, a infecção é causada pelo vírus Herpes simplex, e o contato com ele geralmente ocorre ainda na infância, sem manifestar sintomas. “O vírus atravessa a pele e, percorrendo um nervo, se instala no organismo de forma inativa, até que venha a ser reativado”, afirma a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). A herpes pode causar infecções recorrentes na pele, na cavidade oral, nos lábios, órgãos genitais e até mesmo nos olhos.

De acordo com os dermatologistas da SBD, a reativação do vírus pode ocorrer devido a diversos fatores, como a exposição à luz solar intensa, fadiga física e mental, estresse emocional, febre ou outras infecções. Isso acontece devido à diminuição da resistência do sistema imune, que defende o organismo. Enquanto algumas pessoas têm maior possibilidade de apresentar herpes, outras nunca manifestam sintomas, mesmo em contato direto com o agente causador.

As feridas causadas pelo vírus da herpes são avermelhadas e dolorosas — apesar de afetarem principalmente a região dos lábios e órgãos genitais, podem surgir em qualquer parte do corpo. O diagnóstico só pode ser confirmado clinicamente, tendo como um dos principais exames a análise laboratorial.

O tratamento para a doença inclui terapia antiviral, e deve ser iniciado assim que surgirem os primeiros sintomas. Apesar de ser uma doença leve e facilmente tratável, pacientes com infecção por HIV podem desenvolver complicações como inflamação do esôfago, úlcera perianal, pneumonia, encefalites e meningites.

Metrópoles
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS