21 setembro 2022 4:31
21 setembro 2022 4:31

Conheça o maior ladrão do mundo, mais de R$ 5 bilhões em um roubo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Você sabe quem é o maior ladrão do mundo? Atualmente, o maior valor roubado de uma única vez foi de US$ 1 bilhão (R$ 5,6 bilhões). Mas quem é o responsável pelo roubo e como ele conseguiu tanto dinheiro de uma única vez?

Apesar de muitos poderem ocupar o lugar de maior ladrão do mundo, seja pela quantidade de delitos ou pela recompensa oferecida, quem mais se destaca na lista é Qusay Hussein.

Se acha que esse sobrenome é familiar, está certo. Isso porque é filho do ditador Saddam Hussein. Qusay foi morto junto com seu irmão, Uday Hussein, durante a invasão estadunidense ao Iraque, em 2003.

Quem foi Qusay

Qusay Saddam Hussein al-Tikrit foi filho do antigo presidente Saddam Hussein e Sajida Khairallah. O irmão mais velho de Qusay, Uday Hussein, era visto como principal herdeiro de Saddam até sofrer ferimentos graves em uma tentativa de assassinato em 1996.

Ao contrário de Uday, conhecido pela extravagância e comportamento errático e violento, Qusay Hussein mantinha a discrição. Era casado com a filha de um oficial do alto escalão militar e possuíam três filhos.

Qusay era considerado o responsável pelas forças de segurança interna, o serviço de inteligência iraquiano (SSO), e também tinha alguma autoridade sobre a Guarda Republicana e outras unidades militares iraquianas.

O maior valor a ser roubado

Em 2003, a mando de Saddam, Qusay retirou do Banco Central do Iraque a quantia de US$ 1 bilhão. Na época em que seu pai governava a ditadura no Iraque, Qusay se dirigiu ao Banco Central com um documento assinado por seu pai exigindo o saque da quantia.

O pedido de retirada ocorreu alguns dias antes de Bagdá ser bombardeada pelos Estados Unidos, e os funcionários do banco nada puderam fazer. Ao todo, foram necessários três caminhões lotados para transportar todo o dinheiro. Apenas parte do dinheiro foi recuperado.

Maior assalto

Mas se Qusay foi quem conseguiu uma das maiores quantias sem nenhum esforço, o mesmo não se pode dizer dos responsáveis pelo roubo ao Museu Green Vault, em Dresden, na Alemanha.

Em novembro de 2019, os assaltantes levaram mais de 1 bilhão de euros (R$ 5,6 bilhões) em joias. Para isso, precisaram cortar a luz do prédio, além de invadir os cofres do museu, considerado um dos mais seguros do mundo. Os assaltantes ainda colocaram fogo em uma ponte nas proximidades, o que ocasionou uma falha elétrica na rede da região.

Ao todo, foram roubados 111 itens que, somados, ultrapassam a marca de 1 bilhão de euros. A identidade dos responsáveis pelo roubo ainda não foi descoberta.

Os ladrões mais famosos

Apesar de não serem os maiores em quantidade, existem outros ladrões bastante famosos na história, seja pela violência, método usado ou pelos problemas que causaram.

  • Jesse James:o famoso ladrão do Velho Oeste americano, Jesse James comandou a Gangue Quantrill durante a Guerra de Secessão. Com o grupo, Jesse foi responsável por diversos roubos a bancos, aparecendo nas primeiras páginas de inúmeros jornais por seus feitos;
  • Butch Cassidy:apesar de ter trabalhado em ranchos e açougues, Cassidy foi preso por acusações de roubo de cavalos. E só aí é que realmente passou a se dedicar ao crime. Butch era o planejador mestre de assaltos a bancos e trens da gangue Wild Bunch. A gangue também ficou conhecida pelo método de roubo, empregando pouca violência e muita eficiência.
  • John Dillinger:já foi um dos homens mais procurados pelo FBI. Isso porque ele foi responsável por conduzir uma série de assaltos no país. Mas seus alvos eram exclusivamente bancos e delegacias. Foram mais de 20 agências e 4 delegacias saqueadas. Dillinger ganhou muita popularidade, especialmente pelo ressentimento da população com os bancos, que tiveram a imagem manchada com a Grande Depressão. Você pode ver mais da história de John Dillinger no filme estrelado por Johnny Depp “Inimigos Públicos”.
  • Bonnie e Clyde: outros dois bandidos que ficaram conhecidos durante a Grande Depressão foram o casal Bonnie e Clyde. Ao todo, a dupla tem em seu currículo doze roubos a banco, além de diversos assaltos a postos de gasolina e pequenas lojas. Contudo, diferente de John Dillinger, Bonnie e Clyde ganharam mais notoriedade pela violência desnecessária com quem cruzasse seu caminho.

UOL

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS