4 dezembro 2022 6:14
4 dezembro 2022 6:14

Confira as cidades com a melhor e pior qualidade do ar no mundo

A qualidade do ar é um dos principais fatores determinantes da poluição de uma cidade. Confira o estudo que indica as melhores e piores cidades em ar puro.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O aumento dos poluentes do ar nas cidades vem prejudicando diretamente as populações ao redor do globo.

De acordo com levantamento sobre qualidade do ar da IQAir, publicado em março deste ano, apenas 3% das cidades do mundo apresentaram índices de concentração de material particulado PM2.5 compatíveis com o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O estudo indicou que nenhum país conseguiu registrar números nacionais de qualidade do ar nesse parâmetro. O índice ideal para a OMS é entre 0-5 µg/m³ e 5.1-10 µg/m³.

As partículas PM2.5 são um tipo de poluente muito nocivo ao ser humano, pois entram facilmente pelas vias respiratórias e podem se alojar nos alvéolos, local mais profundo dos pulmões, e até mesmo na corrente sanguínea.

Segundo estimativa da OMS, mais de 13 milhões de mortes em todo o planeta a cada ano são resultado de causas ambientais evitáveis, levando em consideração os impactos da qualidade do ar no organismo humano.

As cidades mais poluídas do mundo

Como as atividades humanas são grande parte do problema, geralmente, as áreas que são densamente povoadas ocupam as primeiras colocações no ranking de piores cidades para respirar.

De acordo com o relatório “As melhores e piores cidades do mundo para ar limpo em 2022”, realizado pela HouseFresh, a Índia, o segundo país mais populoso do mundo, detém 35 das 50 cidades mais poluídas. O Paquistão, Cazaquistão, Bangladesh, China, Chade e Turquia, estão logo atrás do país asiático.

Embora a maioria das piores cidades se encontre do outro lado do mundo, o continente Americano também apresenta problemas significativos. Os Estados Unidos configuram o ar mais sujo das Américas. No auge da temporada de incêndios no país, o número de PM2.5 na cidade de Weaverville atingiu 246.6µg/m³.

Essa marca é maior que o índice de partículas poluentes em Bhiwadi, na índia, cidade mais suja do mundo em 2021, com 106.2µg/m³. De modo geral, as cidades da Califórnia são as piores cidades em qualidade do ar nesta região.

Em relação ao Brasil, Porto Velho (RO) aparece em 51º lugar na lista mundial da HouseFresh em termos de pior qualidade do ar. Este dado vai ao encontro da pesquisa da IQAir que traz regiões do Norte, principalmente nos estados do Amazonas e Acre, no topo do ranking de cidades com o ar mais poluído do país, destacando a gravidade das queimadas e do desmatamento.

As cidades menos poluídas do mundo

Há notícias boas também. Existem algumas cidades que contemplam a estimativa de PM2.5 da OMS, resultando em melhores condições de saúde para os habitantes.

O estudo indica que o Cazaquistão, que tem a cidade de Karagandy no 6º lugar de pior ar do mundo, possui, por outro lado, Chu, como a melhor cidade em qualidade do ar na perspectiva global, seguido da Austrália, Portugal, Suécia, Finlândia e Grécia.

Jardim Botânico de Brisbane – Austrália. Foto: Reprodução.

A Austrália conseguiu atingir marcas satisfatórias com 12 das 20 cidades computando o ar mais puro do mundo. Já nas Américas, a cidade de Neah Bay reivindicou o ar mais limpo dos Estados Unidos.

Segundo os dados, muitas cidades do continente americano estão desfrutando de um ar mais puro. A maior parte das Américas está dentro da faixa estabelecida pela OMS para qualidade do ar e o Brasil não ficou de fora da lista.

Fortaleza (CE) ocupa o 21º lugar, despontando como a melhor qualidade do ar do território brasileiro.

Principais causas da qualidade do ar ruim nas cidades

qualidade do ar

A poluição do ar ou poluição atmosférica consiste no lançamento de grandes quantidades de gases ou partículas líquidas e sólidas, que impactam o ambiente e podem levar a problemas de saúde.

São diversos os fatores que contribuem para a piora da qualidade do ar, incluindo fontes naturais ou ações humanas. Na primeira categoria, estão, por exemplo, movimentação de areia nos desertos, produção de metano originário dos animais e atividades vulcânicas.

Já entre os poluentes do ar provocados pelo ser humano estão a industrialização, queima de combustível fóssil, queimadas florestais e atividades mineradoras, que possuem o poder de agravar as mudanças climáticas, uma vez que, as poeiras industriais, aerossóis, fumaças negras, solventes, ácidos e hidrocarbonetos, comprometem fortemente a qualidade do ar e o meio ambiente.

Fonte/ Portal Habitability.com

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS