7 outubro 2022 1:32
7 outubro 2022 1:32

Concurso Banco do Brasil: convocação dos aprovados é concluída

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O ano de 2021 foi marcado por uma das maiores seleções públicas já realizadas no país: o concurso Banco do Brasil. Agora, pouco mais de um ano após a publicação do edital, a empresa anuncia a conclusão das convocações.

Nesta terça-feira, 6, o Banco do Brasil anunciou que convocou os 4.479 aprovados do seu último concurso, seguindo o cronograma da seleção cujo processo finalizou em dezembro do ano passado.

Os novos funcionários assumiram suas funções na área de Tecnologia do BB, como agentes de TI, e em agências de todos os estados do país e no Distrito Federal, como agentes comerciais.

Segundo o banco, o processo de admissão dos novos funcionários vem sendo feito, em grande parte, de forma digital, por meio de site e de um chatbot que trata de diversos temas relacionados às políticas e processos de gestão de pessoas.

“Trata-se do WhatsApp BB Funci, canal de quem já trabalha na empresa e também disponibilizado aos candidatos convocados no concurso. Os novos funcionários têm acesso a um conteúdo exclusivo para apoio à documentação e procedimentos de posse, podendo inclusive, conversar com um especialista no atendimento humano”, diz o banco.

Ainda de acordo com o BB, a formação dos novos funcionários inicia no primeiro dia de trabalho, quando, presencialmente, eles são apresentados aos locais de trabalho, e realizam o evento online “Tô on no BB”.

Nesse evento, os novos colegas são recepcionados pelo board da empresa, conhecem a política de gestão de pessoas do BB e recebem detalhes dos benefícios aos funcionários, como o acesso à previdência complementar e assistência de saúde.

“Não se muda a cultura organizacional de uma empresa somente por meio do discurso. Ela se dá por meio de práticas diárias e é um compromisso assumido por todos, desde o presidente da empresa, passando pelos gestores e chegando a todos os funcionários. Nesse sentido, foi criado um movimento de transformação cultural #éagentequetransforma, com o objetivo de impulsionar e envolver todos os funcionários nessa jornada evolutiva, inclusive com os desafios da transformação digital”, destaca o diretor de Gestão da Cultura e de Pessoas do BB, Thiago Borsari.

Em março de 2021, o BB lançou o movimento “Evolution”, visando à transformação cultural e digital da empresa, por meio de oportunidades para requalificação profissional, voltada para o desenvolvimento de competências digitais, com foco no cliente, inovação e meritocracia.

Segundo a empresa, foram ofertadas bolsas de idiomas e incentivos para graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado na área de Tecnologia e Inovação. Com isso, em 2021, foram mais de 350 mil cursos concluídos por mais de 66 mil funcionários.

“Este concurso é mais uma ação que apoia nossa aceleração digital e nossa cultura de inovação, potencializando o desenvolvimento de inteligência analítica, bem como na preparação de nossos funcionários com foco no aperfeiçoamento de nossos atendimentos, processos, produtos e canais, tornando-os cada mais simples, resolutivos e integrados à experiência dos clientes”, completa Borsari.

De acordo com o BB, 62,29% dos funcionários têm até 30 anos de idade. Já os principais motivos elencados para participar do concurso do BB foram:

  • possibilidade de ascensão e carreira (34,56%);
  • interesse pelo setor bancário (16,92%); e
  • remuneração e benefícios (16,03%).

“Quem participou do concurso e busca uma oportunidade no Banco do Brasil está no caminho certo desses motivos mais listados. O BB foi reconhecido pelo nono ano consecutivo pela Top Employers, uma certificação internacional que avalia as políticas e práticas em gestão de pessoas. Possui uma das universidades corporativas mais importantes do mundo, a UniBB, além de disponibilizar programas de ascensão profissional para que cada colaborador alcance o seu objetivo”, detalhou o diretor.

Concurso Banco do Brasil foi o maior da história

Ao todo, o concurso do Banco do Brasil atraiu 1.645.975 candidatos, sendo 1.605.751 inscritos para as vagas de escriturário – agente comercial (tradicional) e 40.224 para as oportunidades de escriturário – agente de tecnologia (TI).

De acordo com o Banco do Brasil, o quantitativo surpreendeu, tornando o concurso o maior da história do país, segundo a Fundação Cesgranrio, organizadora.

“Os números de candidatos superaram as nossas expectativas. A procura por uma vaga no Banco do Brasil nos deixa orgulhosos por termos cumprido o objetivo de atrair novos talentos, em nível nacional. Acreditamos que os candidatos foram atraídos pelas oportunidades de ascensão e encarreiramento que o BB oferece, além do conjunto de benefícios”, disse o vice-presidente corporativo do BB, Ênio Mathias.

Do total de inscritos, no entanto, 48% faltaram aos exames (765.545), deixando na concorrência mais de 800 mil candidatos.

Para o BB, o resultado foi positivo, já que, nas suas três últimas seleções, esse índice foi de 49,9% (2014), 38% (2015) e 52% (2018).

O concurso ofereceu 4.480 vagas para a carreira de escriturário, de nível médio. Neste ano, as oportunidades foram distribuídas por dois perfis profissionais:

  • agente comercial (escriturário tradicional) – 4 mil vagas, sendo 2 mil imediatas e 2 mil para cadastro reserva; e
  • agente de tecnologia (escriturário voltado para a área de TI) – 480 vagas, sendo 240 imediatas e 240 para cadastro reserva.
 Folha Dirigida
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS