22 setembro 2022 5:42
22 setembro 2022 5:42

“Combatemos a violência contra as mulheres com todo o rigor”, diz Bolsonaro ao errar estatísticas de feminicídio no seu governo

No que diz respeito a homicídios, de acordo com o mesmo instituto, em 2017 eram 30,9 mortes a cada 100 mil habitantes. Em 2021, esse número passou a 22,3, e não a 19.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o número de feminicídios caiu 7,7% em seu governo e que o número de homicídios caiu de 30 mortes por 100 mil habitantes para 19.

O que Bolsonaro disse

“Combatemos a violência contra as mulheres com todo o rigor. Isso é parte da nossa prioridade mais ampla de garantir segurança pública a todos os brasileiros. Os resultados aparecem em nosso governo: queda de 7,7% no número de feminicídios e diminuição do número geral de mortes por homicídio. Em 2017, foram 30 mortes por 100 mil habitantes. Agora são 19.”

Queda de 0,67%

Os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2022, realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FSB), divergem dos números citados pelo presidente. Segundo o instituto, entre 2019, quando Bolsonaro assumiu, e 2021, a quantidade anual de feminicídios diminuiu de 1.328 casos para 1.319, uma queda de 0,67%.

Em relação a 2020, 2021 teve um decréscimo de 2,4% no número de vítimas de feminicídio.

No que diz respeito a homicídios, de acordo com o mesmo instituto, em 2017 eram 30,9 mortes a cada 100 mil habitantes. Em 2021, esse número passou a 22,3, e não a 19.

Debate

As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.

Fonte: Ac 24 Horas

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS