24 setembro 2022 10:31
24 setembro 2022 10:31

Com saúde frágil, mãe e filha são achadas com vida

Jovem de 21 anos e menina de 3 foram localizadas por meio de um drone, segundo a Polícia Militar

Por O Tempo

- Publicidade -

Ludmilla Jesus Silva e a sua filha de 3 anos, que desapareceram na última sexta-feira (9), foram achadas nesta segunda-feira (12), em uma mata. O drone de um morador da região, que era coordenado por policiais da Patrulha Rural de Divinópolis, avistou as duas. Elas foram levadas para o hospital Casa de Caridade São Sebastião, de Morada Nova de Minas. Conforme Leonardo Romualdo, morador da cidade, a informação é de que Ludmilla, de 21 anos, e a criança foram resgatadas com vida, porém com a saúde debilitada.

“Mãe e filha foram encontradas com vida. Essa é informação que chega para nós.O drone do Corpo de Bombeiros conseguiu fazer a visualização, e o nosso helicóptero [da Polícia Militar], o Pegasus, está em deslocamento com as vítimas” , informou o tenente-coronel Flavio Santiago, porta- voz da Polícia Militar.

Elas saíram de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, com o intuito de visitar avó da criança, em Morada Nova de Minas, na região Central do Estado. O namorado de Ludmilla estava com elas. Segundo o relato de uma tia da criança, a diarista Janete Ribeiro Bento, o homem chamado Valter contou que os três seguiram viagem quando o carro atolou na cidade vizinha de Biquinhas. As duas, a mãe e a criança, saíram a pé em busca de ajuda.

O homem, que acionou a Polícia Militar, contou que o local é de mata fechada e que perdeu as duas de vista rapidamente. Pelas redes sociais, Valter, que é conhecido como Vavá do Grau, postou vídeos das buscas que tem feito junto com a PM pela região e para pedir ajuda na localização.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS