29 setembro 2022 2:29
29 setembro 2022 2:29

Com gols de Messi, Mbappé e Neymar, PSG mantém 100% na Liga dos Campeões

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Em um confronto duro na última quarta-feira (14), o Paris Saint-Germain conseguiu uma vitória merecida e manteve os 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões. A equipe de Neymar, Messi, Mbappé e companhia viajou até Israel para pegar o Maccabi Haifa, que diferentemente do que muitos imaginavam, engrossou o caldo contra o clube francês, ficando inclusive à frente do placar em determinado momento do jogo. No entanto, a qualidade técnica dos jogadores do PSG se sobressaiu e o estrelado trio parisiense decidiu o jogo, cada um deles marcando um gol.

Sob pressão

Desde o pontapé inicial, o Paris Saint-Germain fez questão de marcar sob pressão, acuando os adversários no campo de defesa. Sendo que no primeiro minuto de partida, a equipe francesa teve a oportunidade de abrir o placar quando Verratti lançou a bola para Mbappé em velocidade. O camisa 7 superou os marcadores e finalizou cara a cara com o goleiro, que por sua vez conseguiu realizar uma intervenção espetacular. Não demorou muito tempo, e o time parisiense criou outra chance de gol, mais uma vez com Mbappé, que novamente desperdiçou a oportunidade.
Com as chances perdidas, o PSG acabou dando vazão a um dos ditados mais famosos do futebol: “Quem não faz, toma!”. Após os israelenses quase sofrerem o gol em duas ocasiões, eles finalmente acordaram para o jogo. Em uma ótima jogada, Haziza cruzou para área – o passe encontrou Chery e com extrema qualidade o camisa 10 aproveitou o vacilo de Vitinha para abrir o placar. 1 x 0 Maccabi Haifa. Por incrível que pareça, os israelenses ainda ampliaram, no entanto, a arbitragem anulou o gol já que o atacante estava em posição irregular.
Após sofrer o gol, o Paris Saint-Germain se postou melhor dentro de campo e Mbappé realizou uma excelente jogada pelo lado esquerdo do ataque. O camisa 7 venceu os marcadores e partiu para linha de fundo, realizando então um cruzamento forte para a pequena área. A bola resvalou em um dos defensores e sobrou açucarada para Messi, que só precisou dar um leve toque para vencer o goleiro e empatar o jogo.
A partida continuou disputada, e constantemente o Maccabi Haifa levava perigo à meta defendida por Donnarumma, que realizou boas intervenções. Contudo, aos 68 minutos do segundo tempo, a qualidade técnica do PSG se sobressaiu e Messi encontrou Mbappé correndo por trás dos zagueiros. O argentino deu passe majestoso para o camisa 7, que sem pestanejar acertou uma “tacada de sinuca” para estufar as redes e colocar a equipe parisiense na frente.
Já no final do segundo tempo, Neymar finalmente desencantou e deu adeus a um jejum de 11 jogos sem marcar na Champions. O camisa 10 recebeu um ótimo lançamento de Verratti, dominou e emendou um chute com o pé esquerdo para balançar as redes.
Na temporada, Neymar disputou 10 partidas, acumulando 11 gols e sete assistências, sendo este um dos melhores inícios de campanha do brasileiro. Com isso, a expectativa é de que ele mantenha o alto nível até o Mundial do Qatar, e caso isso ocorra, sem dúvidas o desempenho do craque deve fomentar inclusive as apostas na Copa do Mundo por parte dos torcedores brasileiros. Que além de poderem palpitar nos confrontos do Mundial, podem aproveitar os bônus e promoções listados pelo apostasesportivas24.com para dar seus pitacos nos eventos esportivos da sua escolha, sejam eles de futebol, MMA, basquete ou outras modalidades.

Cartão polêmico

Mesmo com a boa atuação e vitória do Paris Saint-Germain, o lance que roubou a atenção do público foi o cartão amarelo dado a Neymar. O camisa 10, após marcar, fez sua comemoração habitual, na qual faz uma careta, contudo, o árbitro não parece ter gostado da manifestação do jogador e o puniu com um cartão amarelo.
Em suas redes sociais Neymar demonstrou todo o descontentamento com o ocorrido, aponta que o futebol está ficando cada vez mais chato, já que os jogadores, principalmente ele, não podem nem se expressar mais. E que a partir de agora ele irá avisar a UEFA, organizadora da Liga dos Campeões, e os árbitros, sobre sua forma de comemorar os gols. Para que desse jeito não seja punido por uma simples comemoração.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS