2 outubro 2022 5:38
2 outubro 2022 5:38

Após ser operado fora do útero, feto é devolvido para a barriga da mãe

A cirurgia chamada de “cirurgia fetal” foi um sucesso e a mãe já pode terminar a gestação com segurança e tranquilidade

Por Portal em Tempo

- Publicidade -

A medicina cada vez melhor. Agora um feto foi retirado do útero, operado e devolvido para a barriga da mãe. A cirurgia salvou a vida da criança.

A cirurgia chamada de “cirurgia fetal” foi um sucesso e a mãe já pode terminar a gestação com segurança e tranquilidade. A cesariana está programada para o final deste mês.

A cirurgia rara aconteceu com 23 semanas de gestação. A norte-americana Jacqueline Schumer, 28 anos, soube que a filha foi diagnosticada com espinha bífida e precisava passar pelo procedimento de correção de coluna antes de nascer.

O caso ficou conhecido recentemente após Jacqueline publicar em seu TikTok um vídeo explicando o procedimento pelo qual passou. “Tenho a sensação de que fiz algo pela minha filha, o que me deixa mais tranquila do que soubesse que fiquei sentada esperando o que poderia ter acontecido”, disse.

Espinha bífida

Na consulta de 16 semanas de gestação, Jacqueline recebeu a notícia de que sua filha tinha uma má formação congênita e que muito provavelmente não andaria.

Após exames, o feto foi diagnosticado com espinha bífida chamada mielomeningocele. É uma falha no desenvolvimento da coluna.

Embora a causa não seja conhecida, o risco aumenta diante de níveis baixos de folato durante a gestação. Alguns casos são assintomáticos, outros causam grave disfunção neurológica abaixo da lesão.

A cirurgia

Há alguns anos os médicos esperavam o bebê nascer para realizar o procedimento. Hoje, graças a tecnologia, a cirurgia pode ser realizada ainda no útero da mãe e os resultados são bem superiores.

Portanto, no dia 29 de junho a cirurgia foi realizada. Para isso, os cirurgiões abriram o útero da mãe, fizeram a intervenção no feto e fecharam novamente o útero. Agora, as chances do bebê desenvolver complicações são bem menores.

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS