22 setembro 2022 1:44
22 setembro 2022 1:44

A carne consumida pelos rio branquenses, teve um aumento registrado de 1,88% e segue no topo da lista dos ítens mais caros da cesta básica

Preço médio da cesta básica, neste mês, é de R$ 666, 51, enquanto, em agosto, esse valor era de R$ 654,22.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O custo da cesta básica em Rio Branco apresentou um aumento de 1,88%, no mês de setembro, comparando com o valor do mês de agosto. É o que apontam dados de uma pesquisa feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomercio-AC), divulgada nesta segunda-feira, 12 de setembro.

O levantamento tem como base preços proporcionais às quantidades unitárias de 15 produtos comercializados em quatro supermercados locais, cotados no dia 1º dia do mês de referência.

E apontou que o preço médio da cesta básica, neste mês, é de R$ 666,51, enquanto, no mês anterior, esse valor era de R$ 654,22.

Os itens de alimentos são considerados provisão alimentar para uma família formada por três pessoas adultas, ou duas adultas e duas crianças, com renda média mensal de até R$ 2 mil.

A carne é o item que mais pesa na hora de fechar as compras, já que a quantia de 5 quilos de coxão mole, por exemplo, chega a R$ 255,45, isso com o preço médio avaliado. Depois vem o café, que teve um salto em comparação com meses anteriores, e chegou a R$ 40,16, em setembro, na compra de um quilo do produto.

Também fazem parte da lista, o leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão francês, café em pó, banana, açúcar, óleo, margarina, biscoito, e macarrão.

Alguns itens até apresentaram baixa, no entanto, a carne e o café impulsionaram o aumento da valor médio da cesta. 

Fonte/ A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS