17 agosto 2022 10:04
17 agosto 2022 10:04

Shakira será julgada na Espanha por suposta fraude fiscal

Cantora não conseguiu chegar a um acordo com os promotores espanhóis sobre acusações de evasão fiscal.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

A cantora Shakira não conseguiu chegar a um acordo com os promotores espanhóis sobre acusações de evasão fiscal, e ela irá a julgamento insistindo em sua inocência, de acordo com um comunicado divulgado por sua equipe de relações públicas.

“Ela e a sua equipe consideram que este caso constitui uma violação total dos seus direitos”, lê-se no comunicado, “uma vez que ela sempre demonstrou um comportamento impecável, como pessoa e contribuinte, e total disponibilidade para resolver qualquer divergência desde o início, mesmo antes o processo penal”.

Em julho de 2021, um juiz de um tribunal perto de Barcelona decidiu que a cantora colombiana poderia ser julgado por suposta evasão fiscal de 14,5 milhões de euros (US$ 17 milhões) na Espanha.

Em decisão, o juiz de instrução disse que há “provas suficientes” para realizar um julgamento pela suposta evasão fiscal de Shakira nos anos de 2012, 2013 e 2014.

O juiz Marco Jesús Juberías argumentou que Shakira viveu mais de 200 dias na Espanha em cada um desses três anos, tornando-a responsável pelo pagamento de impostos no país.

Na época, a mídia espanhola informou que a equipe de Shakira argumentou que sua residência principal era nas Bahamas. Mas a mídia local informou que ela tem uma casa na área de Barcelona com seu ex-parceiro, o zagueiro do FC Barcelona, ​​Gerard Piqué. Piqué e Shakira, que têm dois filhos juntos, anunciaram a separação no mês passado.

O juiz argumentou que Shakira e um consultor financeiro, também citado na decisão, usaram uma série de empresas em paraísos fiscais offshore para tentar esconder as fontes de sua renda durante esses anos.

A reportagem entrou em contato com a promotoria para comentar, mas ainda não houve resposta.

Fonte/ CNN

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS