24 setembro 2022 9:16
24 setembro 2022 9:16

Prefeitura de Rio Branco realiza capacitação para as ações da Campanha de Vacinação Antirrábica

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretária Municipal de Saúde (Semsa), realizou nesta quarta-feira (17), uma capacitação sobre Noções Básicas de Biossegurança para alunos do (curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Acre (Ufac).

A atividade foi ministrada pelo Biólogo e Mestre em Medicina Tropical pela Fiocruz, Leandro Siqueira, com apoio da equipe do departamento de Controle de Zoonose (DCZ), na Universidade Federal do Acre.

Esta capacitação faz parte das estratégias de envolver a comunidade acadêmica para a participação ativa na Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos do município de Rio Branco.

A Campanha está sendo realizada nos bairros da cidade, por meio de busca ativa (casa a casa) e pontos fixos em locais estratégicos, divulgados semanalmente pela prefeitura.

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rabhdoviridae, que acomete mamíferos (cães, gatos, bovinos, caprinos, morcegos), inclusive o homem, e caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda com letalidade de quase 100%. A raiva é transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordedura, podendo a infecção ocorrer também por arranhões e/ou lambidas desses animais.

Entre as ações de prevenção, estão a profilaxia dos animais domésticos por meio da vacinação, por isso, é importante manter a vacinação dos animais atualizada e envolver a comunidade acadêmica nas campanhas, sempre abordando os conceitos da Saúde Única para controle da doença, comentou Leandro Siqueira.

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a raiva está presente em todos os continentes e afeta mais de 150 países. No mundo, a doença é responsável por cerca de 60.000 mortes humanas anualmente e, na grande maioria dos casos, os cachorros são a fonte da infecção.

Fonte: Assessoria

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS