24 setembro 2022 10:38
24 setembro 2022 10:38

Não resistiu: Policial Militar morre após quatro dias em coma na UTI do Pronto Socorro

Após quatro dias lutando pela vida na UTI do Pronto Socorro, policial militar vítima de acidente de trânsito, morre na noite deste domingo

Por Angélica Florêncio/Ecos da Notícia

- Publicidade -

Morreu no Pronto Socorro de Rio Branco, na noite deste domingo (14), o Policial Militar e Cirurgião Dentista, Stefano Sebastian Moreira Loriato, 35 anos. O militar foi vitima de um grave acidente automobilístico, na quarta-feira (10), no bairro Vila Nova, região das Placas.

O PM morreu após passar quatro dias em coma na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco.

Stefano apresentou complicações do Traumatismo Craniano Encefálico (TCE), durante o tratamento intensivo, e na sexta-feira (12), foi iniciado o protocolo médico, para confirmar a morte cerebral do militar. Somente na noite deste domingo, a morte do Policial foi confirmada pela equipe médica por voltas das 18horas.

Conforme informações, o Instituto Médico Legal foi acionado para recolher o corpo de Stefano, para encaminhá-lo até a instituição (IML), para o cadáver passar por um trabalho pericial e exames de necropsias, para em seguida, ser autorizada a liberação do corpo aos familiares, que acontecerá somente na segunda-feira (15).

Relembre o caso:

Testemunhas informaram que, o motociclista trafegava em sua motocicleta, quando perdeu o controle da direção e bateu violentamente em uma mureta de concreto. Na colisão, Sebastian foi arremessado caindo no asfalto, já desacordado.

Populares acionaram o SAMU, que enviou uma viatura de Suporte Avançado para prestar os primeiros socorros a vítima. Após ser estabilizado e entubado no local, os socorristas encaminharam o condutor da moto para o Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Conforme os paramédicos, Stefano sofreu um TCE ( Traumatismo Craniano Encefálico), de natureza grave, fratura na perna, trauma no tórax e um corte profundo nas costas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS