5 agosto 2022 6:02
5 agosto 2022 6:02

Mulher dá a luz dentro de canoa e por causa de estiagem do rio demora mais de seis horas para receber ajuda médica

Por Raissa Gregório e R Costa, jornal Dimensão com Ecos da Notícia

- Publicidade -

Na manhã dessa sexta-feira (05), a equipe do centro obstétrico do Hospital João Câncio Fernandes recebeu um chamado para ajudar uma mulher que tinha ganhado neném e estava em uma canoa na beira do rio. A senhora, Maria Martilene moradora do Rio Iaco, no seringal Iracema ganhou neném do sexo masculino por volta das 3:00hs da manhã, e devido à seca do Rio Iaco só conseguiu chegar na cidade de Sena Madureira quase seis horas depois, aproximadamente às 8:30hs da manhã.

Foto reprodução

Ao chegar na cidade, a cunhada da paciente, Claudiane rapidamente se direcionou ao hospital local e pediu atendimento. Após orientação da enfermeira Cileuda, a equipe do centro obstétrico composta pelas técnicas de enfermagem Leilde e Solange se locomoveram até o local, e realizaram a assistência cortando o cordão umbilical e a retirada da placenta.

A técnica Leilde Almeida, agradeceu a Deus pela oportunidade. ‘’Sou grata a Deus pela minha profissão, e por poder ajudar as nossas pacientes. Sem dúvidas, esse atendimento ficará na minha memoria’’.

A senhora Maria Martilene, mãe da criança demonstra muita felicidade e surpresa. ‘’Nunca pensei que poderia acontecer o parto lá na comunidade, por que ele estava previsto para chegar daqui uns dias’’, afirmou a mãe.

A mãe e o bebê se encontram bem, e estão em observação no Hospital João Câncio Fernandes.

ÚLTIMAS