13 agosto 2022 7:46
13 agosto 2022 7:46

Marina Silva prioriza Câmara e recusa vice de Haddad

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Marina Silva (Rede) decidiu que a prioridade é se eleger como deputada federal e, por isso, recusou ser vice na chapa de Fernando Haddad (PT), candidato ao governo do estado de São Paulo.

O anúncio sobre a decisão foi feito oficialmente na última terça-feira 02 de agosto, pelo petista.

“Ela ficou duas semanas ponderando sobre em que situação a agenda ambiental teria mais visibilidade. Ela imagina que pela sua trajetória, o lugar dela deveria ser o Congresso Nacional”, explicou Fernando Haddad.

A candidatura de Marina é importante, além da pauta da sustentabilidade e do meio ambiente, também para puxar votos para o partido dela, a Rede Sustentabilidade. A ideia é que ela consiga puxar votos e acrescentar partidários na Câmara.

Marina Silva esteve em diversos atos de campanha de Fernando Haddad, o que havia aumentado a expectativa em relação a parceria, agora publicamente frustrada.

Outra opção era o ex-prefeito de Campinas Jonas Donizette (PSB), no entanto, ele também anunciou que será candidato a deputado federal. Uma possível alternativa é a médica Marianne Pinotti (PSB), ex-secretária da Pessoa com Deficiência na gestão de Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo.

A decisão deve ser tomada até a próxima sexta-feira (5), quando as chapas devem ser homologadas no Tribunal Superior Eleitoral.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno, caso necessário, será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)
  2. Deputado estadual (cinco dígitos)
  3. Senador (três dígitos)
  4. Governador (dois dígitos)
  5. Presidente da República (dois dígitos)

Fonte/ Portal yahoo.com

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS