24 setembro 2022 9:32
24 setembro 2022 9:32

Justiça aceita denúncia contra membro do “Novo Cangaço” preso no Acre

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Preso no dia 9 de junho deste ano durante uma ação de conjunta de investigadores da DCORE e da DHPP, Anderson Gomes de França Primeiro passou da condição de acusado para réu no processo. A decisão foi do juiz da 3ª Vara Criminal, Raimundo Nonato Costa Maia, que recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Acre.

Anderson Gomes vai responder ação penal pelo uso de documento falso. Quando foi preso, ele utilizava uma carteira de identidade em nome José Alfredo Gomes. De acordo com a Polícia Civil, a intenção de Anderson era vender o carro para fugir do Estado.

Anderson Gomes era procurado pelas polícias de pelo menos dois Estados por envolvimento no “Novo Cangaço”, um grupo criminoso especializado em assaltos a bancos. Anderson, que utilizava um nome falso e levava uma vida tranquila em Rio Branco, foi descoberto após sofrer uma tentativa de homicídio.

O crime aconteceu no último dia 2 de junho quando Anderson Gomes chegava em uma casa localizada no Conjunto Ouricuri. Imagens mostram o momento em que o foragido foi surpreendido e atingido três vezes. Ao ser socorrido pelo SAMU ele apresentou o nome de José Alfredo, mas agentes da Delegacia de Homicídios descobriram a verdadeira identidade.

No dia seguinte, Anderson Gomes ganhou a liberdade em audiência de custódia, já que mandados de prisão não foram localizados. Sete dias depois os agentes fizeram o flagrante por uso de documento falso e encontraram dois mandados de prisão contra o foragido.

Fonte: AcreNews

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS