25 setembro 2022 4:37
25 setembro 2022 4:37

Felipe D’ Avila candidato á presidência comete gafe durante debate e cita personagem de Juliana Paes em novela

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O Brasil se dividiu neste domingo (28) em torno de dois momentos importantes. Enquanto Anitta exaltava o nome do país ao se tornar a primeira brasileira a se apresentar – e vencer! – o VMAs, tudo isso usando um look inspirado em nossa política, candidatos à Presidência da República participavam do primeiro debate desta eleição, promovido pela TV Bandeirantes.

Pela primeira vez, Lula e Bolsonaro, atuais líderes das pesquisas de intenção de votos, ficaram frente a frente neste ano, para um debate público. Mas quem acabou chamando atenção de todos foi o candidato Felipe D’Avila, do Partido Novo, que por enquanto tem menos de 1% das intenções de votos.

O político acabou virando piada na web quando, ao responder a uma pergunta, errou e trocou o nome da Lei Maria da Penha, criada para coibir a violência doméstica contra a mulher, chamando-a de “Lei Maria da Paz”. A gafe fez rapidamente internautas lembrarem de Juliana Paes, que em 2019 viveu a protagonista Maria da Paz na novela “A Dona do Pedaço“.

A própria atriz, inclusive, mostrou que estava ligada no debate ao comentar o post de Hugo Gloss, no Instagram, sobre o assunto. “Bolos da Paz seguem fazendo tudo”, divertiu-se. E citou um trecho da música de abertura da trama, “Tá Escrito”, cantada por Xande de Pilares. “Segue em frente não se apavora”, em uma espécie de conselho ao presidenciável.

Candidato vira piada na web após gafe em debate na TV

Rapidamente o vídeo de Felipe D’Ávila ganhou a web e o candidato à presidência da República pelo Partido Novo acabou virando piada entre os internautas, que não economizaram nos memes. “O candidato do Novo já se antecipou e privatizou a lei Maria da Penha e vendeu para a Maria da Paz. Aquela que fazia tortas na novela da Globo. Inclusive o nome da lei já mudou. Lei Maria da Paz”, divertiu-se um internauta.

“Felipe D’Ávila se referindo à lei Maria da Penha, por duas vezes, como “Maria da Paz”. Escorregão ou desinformação mesmo?”, questionou outro. “Imagina o quão desconectado da realidade um brasileiro precisa ser para errar o nome da Lei Maria da Penha”, lamentou mais uma internauta. “A lei Maria da Paz… uma lei para todas as brasileiras poderem abrir sua fabrica de bolos”, debochou uma seguidora.

A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS