13 agosto 2022 8:03
13 agosto 2022 8:03

YouTube tira do ar vídeo em que Bolsonaro mente sobre urnas eletrônicas

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O YouTube tirou do ar um vídeo de Jair Bolsonaro (PL), transmitido em julho de 2021, no qual o presidente mente sobre as urnas eletrônicas. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a plataforma derrubou o vídeo na última segunda-feira (18).

Na transmissão de um ano atrás, Bolsonaro coloca em dúvida a segurança das urnas eletrônicas, sem provas, e levanta suspeitas infundadas sobre a lisura das eleições.

O conteúdo foi base para a reunião que aconteceu na segunda, entre o presidente da República e embaixadores de diversos países do mundo.

Queremos paz, tranquilidade, então por que um grupo de três pessoas, apenas, quer trazer instabilidade para o nosso país?“, afirmou Bolsonaro na segunda-feira a representantes de outras nações.

De acordo com a Folha, o YouTube ainda está avaliando se vai manter no ar a transmissão da reunião feita pelo presidente da República ontem. Ao jornal, o YouTube ainda não se manifestou.

Durante a fala, Bolsonaro focou os ataques no Tribunal Superior Eleitoral e, em especial, nos ministros do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso.

Reação de Fachin

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Edson Fachin, disse nesta segunda-feira (18), em evento da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Paraná, que estão tentando “sequestrar a opinião pública”, e que existe um movimento contínuo que tenta tensionar o debate sobre as eleições deste ano.

Sem mencionar diretamente o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ministro rebateu alguns principais pontos reiterados pelo mandatário brasileiro, informou a CNN Brasil.

O enfrentamento da desinformação é de imensa relevância na preservação da democracia. Trata-se de propiciar o acesso a informações corretas e consequentemente do alcance a verdade no debate sobre as eleições, que como sabemos tem sido achatados por narrativas nocivas, que tensionam o espaço social, projetando uma teia de rumores descabidos que buscam, sem muito disfarce, diluir a República”, argumentou.

Fonte: Yahoo!

 

 

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS